Jump to content
×
×
  • Create New...

Xavy_

Membro Animado
  • Content Count

    153
  • Joined

  • Last visited

  • Points

    0 [ Donate ]

Community Reputation

86 Ótima

4 Followers

About Xavy_

  • Rank
    Animado

Informações de Perfil

  • Gênero
    Não informado

Recent Profile Visitors

2,213 profile views
  1. Oi :lol: . 

    1. Show previous comments  1 more
    2. Single

      Single

      Bem ? saudades amigao 

    3. Xavy_

      Xavy_

      Sim, e contigo?

    4. Single

      Single

      Tudo bem felizmente, anda lendo e assistindo muita coisa ? ou nao 

  2. Obrigado, aparece por ai. Faz tempo.
  3. Entendo. - Fala Saskia. Mas bom, klaklaklakla. Tu nem ainda experimentaste a comida, leva o teu tempo a decidir. Dandelion continua escrevendo, mas prestando muita atenção em todo o seu cenário. Enquanto isto, um certo numero de indivíduos, 6 deles, adentram pelo restaurante, todos enfardados. Não era difícil adivinhar que os mesmos seriam uma espécie de milícia do governo. Saskia, rapidamente toma em atenção os mesmos, e então dirige-se a Balthier. Parece, que afinal não terás o teu tempo a decidir. klaklaklakla Parece que problemas se avistam para nós, o
  4. - Oh... o que pensas que estás a fazer agora? Vir a este restaurante, comer um pedaço de bacalhau gratuito, ouvir os desvairos da Saskia. O que te ocorreu que estavas aqui a fazer? Será que no exterior, o termo de troca justa é desconhecido, eu dou-te conhecimento, tu das-me a mim e enfim a Saskia também. Mas queres uma historia? Deixa-me te contar então, antes de ti, muitos vierem, e muitos morreram. Pergunto-me se no final deste livro tu terás um final diferente dos outros, porque parece-me que o teu final está definido. Então cala a boca e agradece , se queres que nossa ajuda para evitar e
  5. Jirou desmaia por momentos. Não é difícil de imaginar a raiva desta, quanto a situação. - Então realmente complicou para Jirou e seus amigos... mas o que ela poderia fazer..? - Pensa está. Diria-se que se 0% de raiva, fosse o estado normal desta, onde a razão e a ciência humana lhe fosse comum, então 100% seria, o momento que a mesma perderia para seus instintos. Mas agora, Jirou teria quebrado uma barreira, uma barreira do qual, ela prefere não quebrar, digamos então que Misora atingiu seus 50% de paciência esgotada. - O que eles estão a fazer com a Jirou... kakakaka Pergunto-me se o meu corp
  6. Enquanto Balthier vai se sentando, vários cochichos vão se ouvindo pelo fundo do espaço: - Hoje, ao que tudo indica, teremos uma peça de teatro, antes do combate. - em direção oposta, outros já comentam: - Parece que a nossa Führer, por vezes disfarça-se entre o povo. - sem desviar demasiado da mesma mesa: - A verdade é que os Vingadores Reais tem se movido muito mais nestes últimos tempos. - Shhh... as paredes tem ouvidos. Comentava os presentes no restaurante. Os poucos restantes que se notavam calados pareciam estar estranhamente mais interessado no trio. -Que estranho, pensava
  7. -Oh, como não..? É uma especialidade aqui da Nature Island, com certeza já ouviste falar. Pensando bem, até faz bastante sentido. klaklakla Dandelion, sabes aqueles rumores sobre a maioria dos aventureiros não conseguirem escapar desta ilha para contar suas historias? - Termina está se dirigindo a Dandelion. -Sim, é exatamente sobre isso que tenho escrito... Responde este nada impressionado e ainda sem quase nada escrever depois do seu intervalo de uma folha. -Bem, parece que é tudo verdade... Parece que isto pode servir como um inicio de resposta a tua pergunta sobre
  8. -Feito então. klaklakla. Nossos personagens prosseguem então até o seu destino, Dandelion sempre com o seu livro aberto, mas agora parecia que ele estava a tomar apontamentos no seu livro, sem sequer pestanejar ou desviar o olhar durante o seu percurso. Já Saskia caminha muito alegremente, pela multidão. A forma que está se contrasta com o cenário triste do resto da ilha, era um pouco perturbador mas esperançoso, diria-se que num meio tão negro encontrava-se luz naquela mulher. E assim, o grupo não parava de chamar atenção, vários olhares curiosos misturados na confusão se dirigia
  9. Jirou sentiu-se incomodada com a aparente ausência de reacção, dos mesmos. Nem um comentário para Jirou? Então eles também não... - Para além do seu aborrecimento, a mesma não podia parar de pensar na sua decepção... As coisas tendiam a piorar, e no momento ela teria que pensar melhor o que fazer para quebrar a futura timeline que a mesma já suponha ter previsto. Sendo que colocar a peça "Kyon" em jogo, não lhe trouxe nenhuma vitoria... Enfim, Jirou sabia que no meio deste jogo de cartas, haveria um outro jogo mais importante a vencer, um que a mesma tinha que pensar como vencer.
  10. O ar era húmido e morno, durante a manha para além dos insectos atraídos pelo tempo, apenas um nevoeiro era visível. Conforme o barco de Balthier se aproximava, enormes árvores, com uma se destacando em especial pelo seu tamanho colossal, se revelavam sobre um nevoeiro agora disperso, este que mais parecia uma muralha, causado para não permitir a ilha ser vista de fora ou o inverso, mas não antes de um belo porto que embora a presença de multidão, era fácil reparar na ausência de barcos. Não era que estes não existissem, mas apenas pequenos botes que serviriam para pescaria se apresentavam.
  11. Mestre: Xavy_ Disponibilidade: 0/0 Ilhas em andamento [0 ilha]: - Ilhas concluídas [0 ilhas]: - Ilhas interminadas [1 ilha]: Nature Island.
  12. O capitulo foi muito bom. Gostei de como o Oda sentiu-se um pouco "mais brincalhão" neste capitulo, incitando alguns temas pesados com um tom não tão óbvio mas mais aberto a conclusões diferentes. Desde da freira que na realidade estava no trafico de crianças, a um milagre que funciona de um mal entendido, e até um possível momento de canibalismo. Não apenas isso mas reparem no golpe, o Governo Mundial supostamente ao comprar as crianças não estaria a sujar as mãos, os mesmos podiam reclamar que apenas os estavam refugiando e salvando, enquanto na realidade... eu sei e vocês sabem. Com is
  13. Tal como eu pensava. Eles não iriam abrir o jogo sem todos estarem presentes... - Pensá está no momento que os mesmos a prendem a cadeira. Fato que a irritou demasiado para ela sequer cogitar pensar isto passar impune. Fula, Jirou então deixa-se levar e exclama: - Melhor vocês tomarem noção do que estão a fazer para Jirou.., não, não apenas a Jirou, mas também para seus amigos. Não é que a Jirou não conseguisse por agora, segurar todo seu aborrecimento com a situação, mas a mesma começa a questionar se o devia fazer. - Ah, e a Jirou se esforçando para manter tudo em bons termos... Porque é se