Bills

Membro Avançado
  • Total de itens

    698
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Bills

  • Rank
    Ouriço
  • Data de Nascimento 02/09/98

Informações de Perfil

  • Gênero
    Masculino
  • Local
    Shinsekai
  • Interesses
    Seu coração

Últimos Visitantes

8.204 visualizações

Profile Song

Histórico de Nome de Usuário

  1. Tópico de Reivindicação de Regalias

    Boa tarde; Quero trocar Jashin por Uchiha. Ficha do Demmon parada desde Março. @Bills @Demmon Após análise, constata-se que uma troca de regalias ocorreu entre Nie e Demmon no dia 09/02/2020, fazendo com que Demmon ficasse com Uchiha e Nie com Hyuga. Contudo, desde esta data o jogador Demmon não terminou sua ficha, tendo a última edição ocorrido em 23/03/2020. Sendo assim, temos 3 meses e 22 dias de atraso desde o último sinal de atividade da ficha e 5 meses e 7 dias desde que a regalia foi reinvindicada. Considerando tudo isso, a Ficha de Uchiha Kira será movida para o limbo e a regalia repassada para Bills, que terá 1 mês para utilizá-la. Do contrário, daqui 1 mês a partir da data desta edição, ficará sujeito a perdê-la caso outro player solicite a vaga de Uchiha.
  2. Jornadeando sob uma planície nebulosa, cujo qual o material que a dava essa característica, névoa, dificultava bastante minha visibilidade naquele local, apesar de, por já ser "nativa" dali — ou pelo menos viver por algum tempo — ter algum "costume natural" para com a grande falta de visão, não obstaculizando minha movimentação por conta disso. Estava com minhas vestes casuais, mas, havia algo que não tinha feito outrora: Orar a Jashin. Queria já ter feito a primeira oração hoje; todavia, fui convocada pela minha Sensei, já supondo que fosse a mesma de outrora, lembrando que minhas outras colegas de equipe basicamente "sumiram". Elas não gostaram da ideia de treinar; tinham algum compromisso; odiaram as colegas de equipe? Se fosse a primeira opção, até que eu assentiria, pois, tive de abster da minha primeira oração diária para atender ao chamado da Sensei. Teria que orar em dobro — do contrário, Jashin não me perdoaria. Ao longe, vejo o templo que eu sempre passava por. Ela sabia dessa informação e me trouxera até aqui propositalmente? A névoa estava atrapalhando minha visão, logo, não vi que estava indo para aquele exato local. Jashin estás me dando Amnésia Dissociativa por não ter orado para ele hoje de manhã? Suo frio quando penso nessa possibilidade, porém, ouço alguns gritos e barulhos de golpes consecutivos. Será que a Sensei já estava com raiva do meu atraso ou da possibilidade de eu ser mais uma na lista dos que não completaram treinos com ela? Enfim, o que mais me intrigara fora sua frase bradada e que pude escutar a distância, um tanto polêmica, por sinal. Ela se referiu a mim de forma que eu não saísse viva caso não completasse o treinamento, assim como fizeram seus antigos pupilos. A questão é: Ela pode fazer isso com seus alunos? E eu não morro, logo, o que ela insinuou dizendo bem alto "Não sairá viva daqui!"?! Levo um dos dedos ao queixo pois sabia que eu era essencialmente imortal e não tinha necessidades fisiológicas, pois assim foi a vontade de Jashin que me fez ser assim. Retomaria minha caminhada em direção a Sensei, não a enxergando após olhar os arredores, porém, quando aproximei-me, vejo ela, que aparentemente desde o começo estava me aguardando ali, nas escadas do templo. Sem que eu pudesse me pronunciar, ela me aborda, apresentando-se, apesar de, eu já tê-la conhecido outrora, e, acertei no meu chute de ser a mesma Sensei de antes. Ela me fitava com um olhar fofo e olhos vermelhos cintilantes. Ao mesmo tempo, vejo os primeiros raios de Sol surgindo. Uma Sensei Lolicon com Dupla Personalidade, olhar fofo, olhos belos e poder de fazer o Sol invadir a névoa? Amei! Jashin me enviara uma de suas anjas para me treinar. Por tal, esboço um sorriso. — Ke-Kei-Keiko! No-Nomura Keiko! 15 anos. Prazer em conhecê-la, Mari-sensei. E sim, já nos conhecemos anteriormente. Espero aprender muitas coisas com você e você comigo! — Indago a Sensei, fazendo uma breve reverência, logo prosseguindo. — Sensei, antes de começarmos, podemos puxar um círculo de oração? Por favorzinho?! — Finalizo, me aproximando dela. Queria segurar suas mãos para poder começar. Caso ela recusasse ou desse um tapa em minhas mãos, eu iria apenas juntar as mãos. Não, não iria usar nenhum jutsu. Só orar, mesmo. Uma vez feito os procedimentos, começaria minha oração: — ǝɹ¿szɐʞos ısʇǝu, ɐʞı ɟǝlɟɐlɾɐ ɐ ɥúsʇ és ıszáʞ ɐz ısʇǝuǝʞ ʌéɹéʇ˙ ɐzéɹʇ ɾöʇʇǝɯ ıpǝ, ɥoƃʎ álpásɐıɯɐʇ ʞéɹɾǝʞ, és ʞöszöuöɯ, ɥoƃʎ ǝzʇ ɐz ɐuƃʎɐlʇ ɐz éu ösʌéuʎǝɯɹǝ ʇǝʇʇǝp˙ ʌéƃül ɟǝlʞǝɹülʇǝɯ ɐz ɹdƃ-qǝ, és pıɐqlǝ ɯǝƃɥɐlɥɐʇ, áɯǝu˙. — Finalizo. - Pode dizer o que tem para dizer. Jashin abençoará nosso treinamento. — Termino minhas falas, indicando que ela poderia dizer o que nós treinaríamos ali. Portanto, aguardo algo acontecer. Só estranhava ela aparentar ser tão nova e Jounnin ao mesmo tempo. @Azrael
  3. Novas Solicitações

    Pedido de Avaliação de Ficha Username: Bills; Nome do Personagem: Nomura Keiko; Link para a Ficha: Yay. Link dos resultado da última avaliação: a. Seguinte, é pra trancar a ficha e trocar 2 palavras da Biografia: Trocar "Kage" por "Jounin". Ambas frases no 4° parágrafo.
  4. Transformando Hentai em Avatares Family Friendly

    Agora entendi os Gifs que me mandou no Discord .
  5. Novas Solicitações

    Pedido de Avaliação de Ficha Username: Bills; Nome do Personagem: Nomura Keiko; Link para a Ficha: Yay. Link dos resultado da última avaliação: Yay
  6. Novas Solicitações

    Username: Bills; Nome do Personagem: Nomura Keiko; Link para a Ficha: Yay.
  7. Chat oficial do RPG Naruto #0

    Vai me abandonar na cara de pau mesmo?
  8. Tópico de Reivindicação de Regalias

    Jashinkyō. Oremos ao deus Jabiroca, amém.
  9. Parabéns Bills, muitos anos de vida e felicidade para ti. Inúmeras sejam as realizações vindouras em sua vida, faço votos que a vida seja um sonho concreto para você.:party:

    1. Skyfall

      Skyfall

      Parabéns luffy goku

  10. Nomura Keiko

    REGISTRO NINJA Nomura Keiko Dados Pessoais Nome: Nomura Keiko; Gênero: Feminino; Idade: 15; Alcunha: -; Reputação: -; Rank Ninja: Gennin; País de Origem: 水の国, Mizu no Kuni (País da Água); Afiliação: 霧隠れの里, Kirigakure no Sato (Vila Oculta da Névoa); Time: Seishoujuu Zera (Mugenkai), Jinx (Sovereign Haji) Fisionomia: A jovem garota seguidora do Jashinismo é relativamente baixa, medindo poucos cento e sessenta e quatro (1,64) cm e pesando 51,3kg, bem distribuídos em seu corpo, que é bastante esbelto, por sinal, possuindo várias curvas naturais, uma cintura fina com busto proporcional a tal e pernas delgadas, fora seu físico magro. Seus cabelos normalmente, de cor branca são vistos soltos porém com alguns adornos que o prendem um pouco, sendo que, um desses adornos tem o símbolo de Jashin, o deus a qual ela segue. O ponto chave da sua aparência é uma cicatriz em suas costas com o símbolo dos Jashinkyo, cujo qual ela mesma desenhou em suas costas com uma lâmina. Não me pergunte como, ok? Suas vestes são bem variadas, usando geralmente um kimono ou coisa do tipo. Algo que meio que "oculte" sua bandana é a veste mais possível a se ver na seguidora de Jashin. Dados Técnicos Herança Genética: ジャシン教 Jashinkyō (Jashinismo); Especialidade: -; Manipulações de chakra: Noções de Onmyōton, Controle de Chakra e Doton; Estilos de Luta: Técnica-assinatura: -. Atributos Quantificados: Ninjutsu - 11 Potência: 11 | Selos: 11Taijutsu - 12 Força: 12 | Velocidade: 12Genjutsu - 07 Inteligência: 14 | Influência: 00Quantidade Estimada de Chakra: 70 Técnicas Slots: 15/15 Ninjutsu Taijutsu Genjutsu Elementais Contrato de Invocação Inventário História e Linha do Tempo Personalidade: Keiko é uma Kunoichi deveras peculiar. Sua personalidade tem vários altos e baixos. Porém, em resumo, é uma adoradora e sacerdotisa fiel do Deus do Mal, Jashin. Por incrível que pareça, é calma e sabe ouvir aos outros, facilitando bastante o trabalho em equipe entre ela e outras pessoas, caso julgue como companheiros capazes de serem companheiros da serva de Jashin, demorando um pouco pra se soltar. Além disso, tem um hábito bizarro de orar com palavras esquisitas de línguas estranhas, dificultando o entendimento por parte das outras pessoas. Por causa disso, outros loucos seriam bons companheiros para a garota. Claro que, amizades são analisadas. Ofender a Jashin é um pecado grave e ela não perdoará, independente de quem for. Sua personalidade secreta, longe da de princesinha é a de uma religiosa masoquista e sádica que desenvolve métodos de tortura variados para oferecer o torturado a Jashin, como oferenda. No entanto, esta só é revelada na prática dos rituais. Bem... É uma bela garota em todas as mídias, não importa o que você pense. De boca fechada, claro. Passatempo: Orar para Jashin e pregar a sua palavra; Nindō: A Mortalidade é uma fraqueza. Aqueles que seguem a Jashin, contudo, são poderosos... Biografia: Relacionamentos:
  11. The Decay

    As coisas iam seguindo um pouco... Estranhas, até demais. Penso isso mesmo sendo bastante difícil eu pensar em algo desse tipo por causa da minha personalidade um pouco incomum. O ambiente da Juuichibantai não fez eu me surpreender em nada nem mudar meu modo de pensar e de agir, muito pelo contrário, fiquei bastante relaxado. Mas confirmo que meus instintos de batalha, típico de todo homem, e, mais ainda, membro da Décima Primeira Divisão, que era a dos "Guerreiros Selvagens" que lutavam igual animais, talvez por diversão ou apenas por... Instinto, como eu mesmo disse ter, mas numa escala bem controlada, digamos assim, mesmo que fosse estranho demais eu ser assim, para o modo de pensar dos outros esquadrões em relação ao meu próprio. Tudo bem, mas o que me fez pensar isso tudo de coisas estranhas e afins? A borboleta. Ela aparecera do nada, então, eu fui atrás dela por ordem do Assentado da minha divisão, e, que fora uma tarefa entregada exclusivamente a mim. Tinha percebido que ele tinha mudado sua expressão facial, talvez pelo meu controle emocional em contraparte aos outros da minha divisão, considerando-me como o melhor entre eles, tanto pelo meu nível de habilidade física tanto pela mental - apesar de ser algo bem necessário, novatos não tendem a levar essas partes muito a sério por falta de experiência ou coisas do tipo, mas, vai saber -, me destacando entre os piores como o melhor, assim. Não sei se foi alguma piada de mau gosto ele enviar-me para caçar a jigokuchō em voo ascendente, já que, toda vez que, aparentemente, eu conseguira capturá-la entre meus punhos, ela parecia mais distante, e, eu, porém, mais exaurido a cada tentativa, falhando cada vez mais, mas me mantendo adepto a cumprir a tarefa - mesmo que, saltar diversos prédios para isso seja realmente exaustivo -, afinal, foi ordem dos meus superiores e eu não poderia contrariá-lo até eu me consagrar superior a ele e assim, escalando meu nível, para honrar meu mestre, o Ancião, à muito morto. Outra coisa que esqueci de mencionar é que quando eu comecei a caçada, a criatura parecia ter falado comigo com uma voz bastante delicada e suave, tendo como conteúdo justamente o que eu estava fazendo: Correndo atrás dela. Seria uma coincidência ou o Assentado já teria previsto isso tudo? Bem, descobriria mais a frente, provavelmente. Conforme eu ia avançando, noto que eu estava bem próximo da Senkaimon, um famoso portão da Soul Society que permitia a transição de uma dimensão para a outra, como a Humana, aonde nós, Shinigamis, devemos ir para capturar Hollows, espíritos que seguiram um caminho diferente do nosso, e, viraram, em sua maioria, apenas criaturas que lembram animais selvagens, tendo como diferença seus poderes peculiares. Algo que lembre bastante meu esquadrão e seus membros, mas, eles ao menos tem uma aparência decente, diferentemente dos Hollows que são bem esdrúxulos em constituição física. Continuando, ao mesmo tempo que eu noto, minha visão ia ficando mais fosca, com pouca nitidez. Portanto, concluo que eu deva ter tido contato com o pó brilhante da jigokuchō, o que possivelmente tenha causado o efeito embaçado da minha visão. Eu ainda conseguia correr, porém, mas, com muito esforço e vontade de continuar, pulando pela última vez, próximo à Senkaimon, dessa vez, com a visão bem mais embaçada que antes meus batimentos cardíacos fracos. Talvez minha "entrada triunfal" não agradasse aos outros que eu consegui ver de longe "antes" de sofrer os efeitos do pó luminoso da borboleta, talvez por ser deselegante e mal educado por chegar bem abatido ou talvez por minha presença não ter sido mencionada aos demais, isso se, suas personalidades coincidirem com a minha primeira teoria e a borboleta ter sido enviada por eles e confirmar a segunda teoria, mas, é exatamente isso, teoria. Tentaria ao menos me manter de joelhos próximo aos demais, tentando não despencar totalmente, não permitindo que meu corpo reagisse dessa forma, já que, ele deveria respeitar minhas ordens, mesmo que possivelmente fosse isso que fosse acontecer caso não fosse ajudado em não muito tempo pelos demais ou basicamente eu voltar ao normal por uso de Kidous, que eu odeio, aliás, ou, como alguns gostam de dizer, mas eu acho papo furado, "pelo destino". Apesar de tudo, tentaria pronunciar nada, já que, não tinha certeza se eu teria forças para tal e falar primeiro sem permissão era bastante falta de educação. Apenas deixaria e esperaria as coisas acontecerem. @Keel Lorenz
  12. Armageddon

    Para que eu fosse concertada, teríamos que ir até o navio chamado de Day-Z, certo? Mas, primeiramente, para isso, a gente tinha que ter um navegador(a), já que não tínhamos nenhum pelo visto. A Trindade Mamona aparentemente não tinha navegadoras, então, a gente tinha que arranjar de alguma maneira. Felizmente descobrimos que o cara do canhão podia pilotar o navio em direção a tal capitã Margarida e seu navio Day-Z, respectivamente. Porém, para isso, ele teria que ser convencido para tal, e, ninguém menos do que Astaroth assumiria esse papel, levantando o astral do triste timoneiro. Se ela não conseguisse, eu assumiria, mas, como eu confio totalmente nela, acho que fará um bom trabalho e não necessite de minha ajuda. Então, por ora, eu ficaria sentada. Mais a frente, sou surpreendida pela Anja, que, resolve se ajoelhar diante mim, colocando uma de suas mãos em meu ombro e me encarando fixamente, proferindo algumas palavras para mim de apoio por eu estar meio incapacitada no momento, mas ainda podendo lutar. Mesmo assim, ficaria agradecida pelas palavras, mas, antes que eu agradecesse, ela iria fazer um grande discurso, uma oração, mais precisamente. Ela pedia bastante para que um cara, um tal de "Deus", me desse forças para continuar lutando na guerra. Eu ficaria grata se ele fizesse este favor por mim, de forma que eu pudesse retribuir em dobro em um futuro não muito distante. - Não sei quem é esse "Deus" nem como você se comunica com ele, mas, ele parece ser alguém legal. Quando se ver com ele, agradeça a ele por mim. - Digo, inocentemente, sorrindo e fazendo um sinal de "V" com a minha mão direita, de um jeito fofo, até demais, eu diria. No mais, buscaria descansar o quanto eu pudesse no momento, já que, não podia fazer movimentos complexos devido a algumas costelas quebradas cujo qual pagaram o preço de salvar todos do navio da explosão que ocorreria pós-destruição do Canhão de Mamonas, que eu decidi impedir de acontecer de todo jeito possível, e consegui, para o bem de todos, e, mal dos invasores. Agora, se você aí está se perguntando porque consegui fazer estilo filme de ação contra a garota do martelo, eu só tenho uma explicação: Adrenalina.
  13. Jogo de Detetive 2019.1 | Noite Dois

    Gostei do apelido temporário, "John Ruth". No mais, gg izi.