Diable

Moderador
  • Total de itens

    1.193
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Diable

  • Rank
    Kuroi Kenshin
  • Data de Nascimento Janeiro 22

Informações de Perfil

  • Gênero
    Masculino
  • Local
    Tamriel
  • Interesses
    Animações japonesas de diversos tipos, com maior interesse em animes escolares de mistério, romance e comédia. Rock e Metal em suas várias vertentes (maior preferência em metal progressivo e melódico), música clássica e jogos de RPG.

Últimos Visitantes

6.590 visualizações

Profile Song

Histórico de Nome de Usuário

  1. jogo Jogo Procura Parcerias

    Eita. Desde que meu controle do xbox quebrou, não consegui jogar nada relacionado a futebol (jogar FIFA no teclado é insuportável). Darei uma olhada
  2. Kokoro Doki Doki: os animes que mais te emocionaram

    O primeiro anime que me fez chorar foi o incrível filme Pokémon: Mewtwo Contra-Ataca, na cena que o Ash foi petrificado e todos os pokémon começam a chorar. A cena desestabilizou meu eu de 8 anos de idade, mas a gota d'água foi quando o Pikachu começou a utilizar o choque do trovão pra tentar reviver o Ash. Foi um episódio memorável, e anos depois ainda me lembro disso. Também chorei em One Piece, na cena em que o Monkey D. Garp fala com o Ace antes de sua execução, durante o arco Marineford. Também tiveram animes que me emocionaram bastante, mas não me fizeram chorar. Os mais notáveis são Shigatsu wa Kimi no Uso, naquela cena memorável do "Did it reach her?" e a parte da carta; Angel Beats, e o incrível Plot Twist envolvendo o coração do protagonista; e por último, mas não menos importante, Violet Evergarden. Ao contrário de todos os supracitados, Violet Evergarden me emocionou diversas vezes; destacarei o episódio que uma mulher faz cartas para sua filha e o episódio do lago com aquela memorável cena do guarda-chuva.
  3. Músicas orientais

    Aimer - Haru wa Yuku (The Late Spring Version)
  4. Aqui ouvimos

    Megadeth - Dread and the Fugitive Mind
  5. [Design] a reaper arise

    Primeiramente, seja bem vindo à Board. Achei a animação do Tanjiro muito legal, principalmente pelas faíscas saindo, além dos tons escarlates. Esse último aspecto citado me fez gostar bastante do design do Goblin Slayer; principalmente pela linha avermelhada que sai de seu olho e cruza toda a imagem. A 02 é legal por si, mas sua foto levou ela para outro patamar; achei show também. Os efeitos de escuridão ao redor da Chise também deram um contraste legal com a luz, que também remete diretamente a atmosfera do anime. Pelo mesmo motivo gostei da Rem e da última foto. Ademais, essas foram as que mais gostei. Estarei aguardando por mais hehehehe
  6. Aparentemente inconformado com a abordagem pouco proativa da Genin, o mestre se cansaria tal como sua pupila. Um ardor seria aceso em Hideki, chama esta que seria totalmente extinguida pelas atitudes pusilâmines. Oscilando sua cabeça com um semblante de negação, realizaria diversos sinais com suas mãos. É de praxe dizer o quão fria e calculista a moçoila demonstraria ser; todavia, sua recorrente apatia seria suprimida por poucos segundos. Encararia aquela situação com um certo receio, haja vista que o ato de seu reitor seria algo totalmente fora de sua zona de conforto. Sua espinha arrepiaria por alguns leves momentos, retomando uma expressão que catalisaria consigo alguma espécie de mix que envolveria uma frieza notável, apesar de traços de estranhamento já supracitados. "Ele está realizando um número um tanto... singular de selos de mão. Hmmmmmmm... acalme-se, Ajisai. Analisando isso de forma extremamente imparcial e fria, parece ser um movimento voltado para me assustar, não? Olhando por esse lado, talvez..." Seu raciocínio, tal como suas expectativas sumiriam como delicados dentes de leão ao céu. O homem realizaria não só uma mera técnica, e sim a técnica de Doton mais poderosa que conhecia, elevando-a de forma magistral — se é que tal termo pode ser utilizado no contexto atual, haja vista a elevada periculosidade da situação — prendendo-a em uma espécie de caixão de terra. O espanto causado pelo uso de uma técnica num nível tão além ao poder de um Genin naturalmente causariam um impacto que a tornaria incapaz de reagir, apenas soltando um som com um perceptível tom de dúvida. — Hã? Ao ser alvejada por tal técnica, vagarosamente se encontraria presa no jutsu de Hideki. Todavia, o homem se certificaria de jogar uma tarja explosiva espetada através de uma kunai. O homem diria claramente que ele "nem queria saber como ela sairia desse jutsu", porém ao mesmo tempo lançaria uma kunai com uma tarja explosiva, ação um tanto sem sentido na perspectiva da genin; certamente existiria algo por trás disso, apesar de desconhecer as intenções de Hideki. Com tantas dúvidas acerca do que seu mestre pretenderia para a moçoila, colocaria o dedo indicador de sua mão direita em seu queixo, pensando numa abordagem coerente com a situação atual. "Evidentemente isso é uma situação de vida ou morte. Ele certamente foi embora e a única coisa que ele deixou foi a kunai. Tal cenário é extremamente estranho para uma genin que está em seu primeiro treinamento; mas que técnica impressionante que ele acabou de utilizar. Devo me certificar de analisar esse papel sem me expor, além de pensar em um plano de escapar daqui." Ajisai observaria inicialmente de longe o papel bomba.Todavia, logo se certificaria de cautelosamente se aproximar do mesmo. Apesar de ainda desgastada, sua especialidade em técnicas de suiton a tornaria especialmente habilitada a escapar de tal técnica, mas muito provavelmente o surgimento de tal papel não seria algo aleatório. @Azrael Postado depois de um hiato. Não consegui entender muito bem o que você quis fazer, já que pareceu que as circunstâncias e efeitos do jutsu não tiveram seus requisitos concluídos, ou talvez tenha sido má interpretação minha. Além disso, não entendi algumas outras ações. Anyway, pegue leve caso eu tenha feito algo errado hahahaha.
  7. Aqui ouvimos

    Megadeth — Dystopia
  8. Músicas orientais

    Kawaki wo Ameku - Minami
  9. Dublagem e dubladores (atores de voz)

    Já que o grande samurai e usuário de fórum nas horas vagas (também conhecido como Kaizen) abriu esse tópico, tenho uma pergunta. Quais são seus seiyuus favoritos? Proponho que coloquem uns 2 ou 3 atores de voz, os personagens que você mais gostou que são protagonizados por sua voz, etc. Conforme eu fui começando a assistir animes (mais ou menos final de 2017) eu pouco me importava com as vozes, mas então conforme fui assistindo vários animes, fui reparando que várias vozes possuíam algo em comum. A primeira voz que eu notei e fixei na minha mente foi a da minha seiyuu favorita, a Hayami Saori. A Hayami Saori possui uma voz única, além de ser a primeira Seiyuu que eu de fato "notei". Acredito que ninguém no mercado seja capaz de fazer uma voz calma como a dela. Gosto até de dizer que em Tower of God era impossível odiar a Rachel por causa da voz da Hayami Saori. Ela em geral se destaca com personagens mais contidas, frias. Acredito que seus papéis mais legais foram respectivamente a dublagem da Yukino Yukinoshita em OreGairu, Jabami Yumeko em Kakegurui e Shinobu em Kimetsu no Yaiba. Gostaria de destacar esses dois últimos porque ela é MUITO boa com personagens mais contidas, mas ao mesmo tempo foram muito bem com a Yumeko e a Shinobu, que são personagens que apesar de agirem de forma contida, possuem alguns picos de loucura. Em segundo lugar, temos a Hanazawa Kana. Apesar de eu amar a Hayami Saori, tenho que confessar que a Hanazawa Kana possui uma versatilidade bastante incomum nesse meio. Vejo ela como a melhor dubladora de Kuuderes, mas ao mesmo tempo vejo ela se saindo bem com todos os papéis que ela possui. Sua versatilidade é seu ponto forte, por isso a considero a melhor seiyuu — apesar de não ser minha favorita, pois meu amor pela Hayami Saori está em outro nível — que existe atualmente. Os papéis que eu mais gosto são respectivamente são a Tachibana Kanade de Angel Beats, Raphiel de Gabriel Dropout (minha sádica favorita), Sengoku Nadeko, Monogatari) e Kamishiro Rize de Tokyo Ghoul. Em terceiro lugar, temos o Hiroshi Kamiya. Diria que ele é o mestre dos animes recheados de diálogos. Quem me conhece sabe que pessoalmente amo animes desse tipo, e acabei por notar a presença de uma voz um tanto singular em todos os animes que assistia. Alguns destacariam seu papel dublando o Levi em SnK ou como Yato em Noragami; porém, creio que ele seja aproveitado em sua totalidade em animes recheados de diálogos fazendo o papel de protagonista apático, coisa que ele faz muito bem. Se fosse para destacar seus melhores papéis, diria que seria respectivamente como o ilustríssimo Araragi Koyomi em Monogatari, Saiki Kusuo em seu anime homônimo, Itoshiki Nozomu em "Sayonara, Zetsubou-sensei!" e Kakushi Goto em Kakushigoto.
  10. Loli cantando rap.

    Ky0resu - The Box
  11. Retorno dos esportes em meio a pandemia

    Acho uma irresponsabilidade imensa. Todavia, como existe uma forte pressão de empresários e outras figuras influentes nesse meio para os jogos voltarem e um governo que faz pouco caso para a gravidade desse problema, diria que é "natural" que os campeonatos e os jogos comecem. Claramente é uma grande despreocupação com esse problema, coisa normal em um país como o Brasil. É uma decisão péssima ao meu ver, mas não fico nem um pouco surpreso com o rumo que isso está tomando.
  12. Boas vindas!

    Opa, vi agora esse post. Seja bem-vindo. Meus dias andam meio agitados, mas tenho certeza que juntos poderemos tentar movimentar o fórum!
  13. Personagem: Yuiga Nariyuki Obra de origem: Bokutachi wa Benkyō ga Dekinai Justificativa: Ele em geral possui uma história até que bem parecida com a minha ao que tange os campos de conhecimento escolares. Como ele, me esforçava e sempre me sentia desmotivado a prosseguir estudando por possuir travas com algumas matérias específicas (matemática, física, etc), mas acabaria por não ter nenhum resultado em curto e médio prazo, apenas no decorrer dos anos foi melhorando com uma dose de esforço. Hoje em dia busco me espelhar nele, é um protagonista simplesmente fenomenal devido às suas grandes virtudes, sobretudo seu esforço inigualável, característica que não negarei que eu invejo (procrastinação é um grande mal, diga-se Personagem: Yukino Yukinoshita Obra de origem: Yahari Ore no Seishun Love Come wa Machigatteiru. Justificativa: Vejo a Yukino como um espelho da minha personalidade. Por mais que não transpareça pelas telinhas, sou uma pessoa introvertida. Acredito que o principal fator que fez eu me identificar com ela foi ter uma "casca" um tanto distante e fria, apesar de sua personalidade ser na realidade bem diferente do que aparenta. Muitos a interpretam mal e acabam por tirar impressões negativas sobre sua personalidade — apesar dela também não ajudar muito, diga-se de passagem — mas em geral, acho que tenho algumas coisas parecidas com ela. Personagem: Tanaka Obra de origem: Tanaka-kun wa Itsumo Kedaruge Justificativa: Ele é a personificação do meu lado preguiçoso. Agora farei um pensando em alguns membros do fórum. @IACOOBVS KAIZEN @Bills @Sovereign Hajime @Rebirth @Nyora @Diane Young
  14. Vamos falar de amendoim?

    Sim.
  15. Hideki balançaria a cabeça de maneira negativa ao reagir ao spam de técnicas por parte de Ajisai. Ele veria tal erro como algo comum para um principiante, uma vez que naturalmente seria resolvido através de árduas missões. Não guardando exclusivamente para si tal pensamento, falaria com a genin. Ao alertá-la acerca de seus erros, a esbelta ninja não tardaria a perceber uma certa empatia por parte do ninja. Ao propositalmente demonstrar fraquezas, acabaria por despertar de certa forma algum sentimento dentro de seu instrutor, tal como se encontrasse o reflexo do seu eu do passado em um espelho. Não deixando tal detalhe passar, não demoraria até que o cerco dos bispos evoluísse para um xeque-mate, uma vez que gradualmente seus riscos de morte cairiam. "Aparentemente esse teatro está perto de seu fim. Não creio que ele tente verdadeiramente me matar, uma vez que mesmo com minha auto-sabotagem ele ainda é capaz de enxergar alguma aptidão para a batalha. Devo manter esse nível, assim sairei com vida ao terminar esse treinamento e também não demonstrarei minhas verdadeiras habilidades. Me soa bem, apesar de eu ainda ter que me precaver diante do caráter duvidoso desse homem, apesar dele não aparentar ser um completo sádico como eu inicialmente supus." O homem continuaria a observar o local por perto do lago, aparentando desconhecer a localização da herdeira dos Yuki. Entretanto, a moçoila tenderia a gradualmente sofrer os impactos do uso exagerado de seus jutsus, o que não seria de fato algo totalmente ruim. A partir de tal situação, Ajisai se depararia com uma gama de possibilidades para uma futura abordagem. Normalmente jogaria mais seguro, simulando um aprimoramento em suas noções acerca do controle de chakra; todavia, também não optaria por uma estratégia à la Vassily Ivanchuk — ao simular uma perda total de seu chakra, arriscando colocar sua cabeça em risco — ambos os planos possuiriam pontos fortes e fracos, porém optaria por um meio termo. Não demonstraria aptidão suficiente para absorver inteiramente os ensinamentos de seu mestre, mas ao mesmo tempo não agiria como um "gerador não-ideal" de chakra. Paralelamente ao seu raciocínio acerca da melhor abordagem possível perante as adversidades encontradas no seu embate — se é que tal termo pode ser utilizado, uma vez que aquilo seria um mero treinamento — Hideki daria uma série de dicas para a moçoila de cabelos negros. Naturalmente a fuga e o ataque seriam os principais meios para se lidar com um adversário de forma mais eficaz; a capacidade demonstrada por seu oponente de ver através de suas intenções, seja através de técnicas sensoriais, ou até mesmo através de seu intelecto ou experiência superior. Há que se destacar que as duas últimas condições supracitadas já foram concluídas, então caberia à ninja da vila da névoa analisar a situação, agindo no momento oportuno com o máximo de eficiência. "Devo reduzir a maioria dos meus jutsus para evitar que meu chakra se dissolva em pouco tempo. Devo dizer que os clones no momento são bem desnecessários, além de gastarem um pouco de chakra para se manterem. Removendo-os e me mantendo na poça para esperar o decorrer dos acontecimentos, devo obter as condições necessárias para progredir nesse treinamento." Tal como em seu raciocínio, todos os seus clones se transformariam em água após serem desfeitos. Apesar de crer que os perigos do treinamento agora sejam nulos, preferiria esperar mais alguns acontecimentos até tomar alguma decisão. Economizaria o máximo de chakra possível para evitar uma saia justa, se mantendo inerte na poça de água enquanto receberia instruções de Hideki, além de ficar segura ali com poucas chances de ser alvejada por um ninja que não possui técnicas sensoriais e outros meios de perceber sua localização. "Quando isso acabará? Devo dizer que tal treinamento está um tanto... cansativo." Apesar de ter desfeito a maioria de suas técnicas, ainda estaria no jutsu de ocultar-se na poça. Ali manteria sua concentração para — fora da visão de Hideki — aplicar seus conhecimentos em sua totalidade. Ajisai se concentraria ao máximo. Fechando os "olhos da alma", viajaria por todo o seu corpo, sentindo cada partícula e cada átomo de seu corpo. Numa viagem em todo o receptáculo de seu chakra, se concentraria ao máximo; agora não mais buscaria enganar seu instrutor, simplesmente buscando aplicar escondida seus ensinamentos. @Azrael