Chat
    As regras também valem aqui. O flood é parcialmente liberado mas não exagerem! Regras e punições na shout: http://unionforum.top/index.php?/topic/3532-v-10-regras-da-shout/#comment-73934
    Load More
    Use sua conta do leitor ou Fórum Union para mandar mensagens ou cadastre-se já!
Azrael

[Kirigakure no sato] Todos os meus movimentos são friamente calculados!

15 posts neste tópico

Treino: Controle de Chakra (9 turnos no total)

Player: Yuki Ajisai

 

Mestragem

Turno 01

 

A singela genin chegava no campo de treinamento encolhida com aquele quimono, tímida a garota caminhava na planície nebulosa, a neblina, por sinal, estava além da conta não permitindo a menina enxergar um palmo na frente do nariz. Entretanto, era sua vila natal, então, já tinha se acostumado com aquela cerração intensa e imprevisível.

9f312284e14e687afb7f26625a2637e2.jpg

 

 

- Pufffff- O jounin bufava nervoso por ter que esperar tanto a genin, aparentemente não era uma pessoa muito paciente, o "elegante" homem girava a kunai freneticamente no dedo, enquanto observava ao redor. - Meu Deus, que demora para fazer um simples treinamento.

 

 

A neblina cerrada afetava também o lago próximo de onde o Jounin estava o vapor subia das águas encobrindo quase que totalmente a vista da superfície espelhada do lugar, ao longe poderia ver-se a grande floresta, além de pequenos flocos de neve no chão. Do limiar da floresta até o lago havia uma enorme planície, com gramado, além de várias rochas, encostado em uma delas o guru esperava com a expressão carrancuda no rosto.

 

 

@Diable

Editado por Azrael
Diable curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Trilhando uma planície nebulosa, cuja névoa impossibilitaria a visualização plena da localidade por parte da jovem garota de treze anos, Ajisai percorreria com uma certa cautela, mesmo ao acostumar-se com tal bioma, característica geográfica digna da vila que carregaria consigo o nome daquele fenômeno extremamente belo, mas igualmente caliginoso. A introspectiva e esbelta garota de cabelos castanhos continuaria a vagar, e apesar de não se permitir percorrer tal trajeto sem uma devida precaução, finalmente se aproximaria daquele homem de aspecto assaz rudimentar. Ele bufaria perante a Genin, demonstrando ser um abespinhado homem. Todavia, a solitária garota de olhos castanhos demonstraria sua indolência inabalável, abstraindo a pessoalidade inclusa em sua opinião acerca daquele lúgubre indivíduo, limitando-se a analisar de forma supérflua sua pessoa.

 

"Ao bufar, demonstra uma certa instabilidade sentimental, não hesitando em explicitar ao próximo suas próprias emoções. Ao efetuar o ato de girar sua kunai, demonstra uma certa ansiedade, traço que se soma de forma perfeita com sua instabilidade mental. Em linhas gerais, ao analisar seus gestos e expressão facial, trata-se de um homem de fácil irritabilidade e paciência mínima. Ignorando as probabilidades mínimas de um homem justamente assim ser meu instrutor — haja vista seu temperamento inadequado para um professor, o que o torna um candidato exótico para tal cargo, além dele ser justamente o MEU instrutor — ele deve ser extremamente capacitado, haja vista que tal traço seria capaz de omitir seu temperamento. Com tal teoria em mente, devo absorver o máximo que posso nessa lição."

 

A garota de cabelos castanhos  após sua fria análise acerca do perfil psicológico de seu tutor, se deslocaria em lentos passos na direção do mesmo. Abalada em níveis mínimos, quiçá nulos, mesmo devido ao seu temperamento de complexo manuseio de seu mestre, seu calculismo naturalmente se sobreporia acima de quaisquer outras emoções que indivíduos comuns sentiriam. Com uma personalidade fria, igualmente ao poder carregado dentro de seu sangue, não seria nenhum Jounin difícil de lidar que a espantaria. Muito pelo contrário, a análise de tais indivíduos auxiliaria em sua compreensão cada vez maior acerca do funcionamento do ser humano, uma espécie de empirismo que beira o masoquismo experimental. Abaixando seu corpo em aproximadamente sessenta graus, realizaria uma reverência independendo da personalidade do mesmo, haja vista o quão natural seria uma Genin respeitar um Jounin.

 

— Yuki Ajisai. 13 anos. Espero absorver bem seus ensinamentos, sensei. — Falaria de forma extremamente apática. Extremamente direta, sua fala se assemelharia mais ao ato de efetuar uma leitura em voz alta de um certificado de óbito do que uma apresentação, algo extremamente robótico e automático. Aos olhos da herdeira dos Yuki, seria uma mera formalidade.

 

Pouco tempo depois, veria no horizonte uma grande floresta, além da existência de pequenos flocos de neve no chão. O homem visivelmente aguardaria por algo com uma expressão carrancuda no rosto. Devido ao seu temperamento notavelmente esquentado, aguardaria pelas informações acerca de seu treinamento, afinal, ao lidar com tais pessoas, é essencial aguardar que os mesmos transmitam suas informações, evitando quaisquer comentários desnecessários para não "acender" seu pavio curto. Após sua apresentação curta — feita justamente com base em tal linha de raciocínio — aguardaria pelas informações pacientemente. Haja vista seu temperamento extremamente calmo e centrado, poderia aguardar pela eternidade ali sem nem sequer reclamar. Acenaria com a cabeça ao abaixá-la, demonstrando que consentia com o início do treinamento.


@Azrael

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mestragem

Turno 02

 

 

O homem de forma impaciente via a garota deslocar-se da floresta até chegar naquela pedra presente perto lago, por sinal a cerração só dificultava as coisas deixando ainda mais o instrutor nervoso ao ser obrigado a fazer aquele tipo de treinamento básico, que todo jovem deveria saber. “ Enfim, vamos lá, como vai ser chato esse treinamento! ” Emburrado o Jounin, então começava a repassar as primeiras informações a genin.

 

 

- Bom, prazer, meu nome é Hideki-sama,  ademais eu gosto que fale o honorifico! – Advertia a garota de forma contumaz, balançando o dedo, apesar de que naquela neblina não daria para ver nada mesmo, então, aquela atitude seria inútil. – Bom, você pelo visto irá começar por um treinamento básico de Controle de Chakra. – Ainda contrariado e resmungando o jounin rabugento discursava, “Afff, poderia ser um treino mais animado de ninjutsu ou taijutsu, mas fazer o que? ”

 

 

 

- Primeiro, gostaria que você efetua-se algum jutsu, pode ser qualquer um? – O jounin intrigado tentava observar a garota naquela névoa toda, chegava até a fechar os olhinhos, claramente forçando as vistas a fim de ver a menina.- Quero ver como está o fluxo de chakra no seu próprio corpo, mas já digo que não deve estar dos melhores. – O ninja dizia as palavras, com a voz forte e retumbante, aparentando querer rasgar os tímpanos da genin de tanta força que punha no som que saia de sua boca.

 

 

 

A proximidade do lago fazia com que a temperatura despenca-se na região, ademais o fato de estarem próximos daquele pequeno rochedo, ao qual o jounin apoiava-se com as costas, mantendo os braços cruzados. Aliás a neblina não dava trégua, entretanto, a genin pertencia ao clan que não esquentariam muito com aquele frio ou com a presença da cerração. De certa maneira estava em casa com todos aqueles elementos naturais adversos, além daquele lago semicongelado.

 

 

@Diable

 

Obs: Mais ou menos hoje.

Editado por Azrael
Diable curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Visivelmente emburrado, o Jounin repassaria as primeiras informações para a jovem garota de cabelos escuros, informando-a acerca de seu nome, tal como o honorífico de formalidade que Ajisai deveria utilizar para retratar-se ao mesmo. De forma rotineira, o homem balançaria o dedo em uma atitude inútil — haja vista a impossibilidade de tal gesto ser observado perante a intensa névoa típica da região — e contrariado, resmungaria devido ao treinamento de Controle de Chakra. A herdeira dos Yuki, apesar de gélida tal como a natureza dos poderes do seu clã, recuaria brevemente enquanto cobriria seu tórax com as longas mangas de sua roupa cerimonial, levemente descreditando seu mestre, julgando-o como um pedófilo cuja periculosidade ainda não seria medida devido à dificuldade em visualizá-lo. Retomando sua compostura após cerca de cinco segundos, bufaria discretamente prosseguindo com o diálogo. Após aquela cena, ele pediria para Ajisai efetuar algum jutsu qualquer.

 

"Apesar de não termos tantas testemunhas nesse local, meu dever é não me destacar entre os demais genin, apesar de eu ser claramente acima da média. Todavia, seria bem desconcertante me colocar abaixo da média, pois assim eu me destacaria negativamente. Como meu acervo envolve ninjutsu até o rank-C, optarei pela média, utilizando um ninjutsu de rank-D."

 

A jovem pálida não hesitaria, e após uma rápida decisão, optaria por utilizar o Kirigakure no Jutsu. Por ser uma técnica de nível médio para um genin, além de ser um jutsu cuja liberação de chakra permite uma observação melhor de seu controle, se tornaria a habilidade ideal para demonstrar sua capacidade de controle. Hideki comentaria que seu fluxo de chakra não estaria entre os melhores, porém, apesar de crer que estaria acima da média, Ajisai seria "humilde" suficiente para reconhecer que seu controle de chakra seria extremamente fraco, afinal, seria seu primeiro treinamento após sair da academia, tratando-se de uma ninja iniciante. Outra função do Kirigakure no Jutsu seria observar o quão bem seria a análise de um Jounin acerca de seu chakra, buscando mensurar não só as habilidades médias de um ninja veterano, e sim observar o quão perspicaz e habilidoso seria Hideki.

 

"Incapaz de observar o aumento da névoa devido à sua abundância naquele local, Hideki deverá utilizar todas as suas noções de jounin para analisar devidamente meu fluxo. Será que um jounin é capaz de analisar meu controle de chakra apenas pelos seus efeitos dentro do meu corpo, e não por seus efeitos visuais? Nunca vi as habilidades de um jounin à flor da pele, logo eu devo me aproveitar de tal situação para analisar o máximo suas habilidades, finalmente tendo noção do abismo da habilidade entre nós dois. Eu diria que até em pequenos gestos eu posso aumentar minha percepção."

 

Paralelamente ao ato de utilizar sua técnica, Ajisai se aproveitaria para analisar os arredores, buscando de alguma forma analisar o ambiente ao seu redor. Já que estaria sob a supervisão de um jounin possivelmente experiente com ninjas iniciantes, arriscaria efetuar pequenos erros para adquirir o máximo de experiência que fosse capaz. Ao não focar exclusivamente no uso do jutsu e notar em coisas aleatórias ao seu redor, estaria treinando controlar seu chakra sem focar-se totalmente nesse ato, lapidando seu uso em atividades práticas onde ela jamais poderia ficar focada apenas no controle, tendo a presença de Hideki para corrigir eventuais erros.

 

— Como está o meu controle? —  Diria ceticamente, esperando apaticamente pelas piores respostas possíveis.


@Azrael

 

Técnica Utilizada:

Spoiler

霧隠れの術 Kirigakure no Jutsu (Arte de Ocultamento na Névoa)
Rank-D | Suiton Ninjutsu

Suplementar. Essa técnica de deslocamento é uma especialidade dos Ninjas de Kirigakure, os quais geram uma névoa levantando um pouco de água e podem adentrá-la e sair dela a vontade. A densidade dessa névoa é medida pela quantidade de chakra aplicada na mesma. Ela não pode enganar o Byakugan, mas devido ao chakra na mesma, nenhum usuário de Sharingan é capaz de enxergar através dela, vendo apenas o chakra do oponente espalhado por toda névoa e ocultando o usuário.
Alcance: Curto/Médio

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mestragem

Turno 03

 

A garota executava o jutsu assinatura de Kirigakure no Sato, o sensei, por sinal ficava feliz por ela utilizar daquele artificio em sua avaliação, chegava até a abrir um sorriso, “ Que bom que não resolveu fazer gracinha e usar jutsus modinha. ” O jounin sorria, apesar de que não era possível ver a sua feição pelo próprio jutsu utilizado.

 

 

 

- Veja bem, nada mal por utilizar deste jutsu! – O instrutor até elogiava a garota, mas de maneira resignada continuava a relatar todos as informações importantes a genin. – Entretanto, por seu controle de chakra não ser perfeito, certas áreas da neblina apresentam deficiência na quantidade de chakra.

 

 

O jounin andava calmamente por aquele mar de névoa, escondido nos cantos mais densos daquele fenômeno, que tinha grande facilidade de dispersão devido à presença do lago. Além do ambiente próximo a Kiri ser propicia ao aparecimento de regiões com névoa.

 

 

- Quero ver quanto tempo você consegue sustentar este jutsu, apesar de que terá grande facilidade em mantê-lo pelo ambiente em que se encontra! – O jounin de maneira séria continuava a repassar mais informações a genin, entretanto, prosseguia andando pelo local, de forma calma e tranquila. – Vamos, vamos, prossiga com o jutsu, quero ver até quando irá aguentar ficar mantendo toda está névoa! – Em alguns pontos a névoa começava a dispersar-se pelo próprio vento presente na região, em outra ela simplesmente condensava formando gotas de orvalho e encharcando o solo.

 

@Diable

Editado por Azrael
Diable curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Apesar da felicidade do jounin literalmente não transparecer, de maneira imparcial relataria as informações importantes para a genin. A imperfeição do seu controle de chakra era posta em evidência ao observar pequenos traços de deficiência na nuvem, que revelariam sua deficiência em manipular corretamente seu chakra. Utilizar seu chakra de forma uniforme por toda a névoa demonstraria ser um fator de dificultação. Por não saber mensurar seu potencial em manipular seu chakra e ser obcecada em ficar na média, Ajisai simplesmente colocaria um esforço moderado em manter o Kirigakure no Jutsu. Paralelamente ao seu esforço exageradamente na média, o jounin caminharia calmamente pelo local, sumindo cada vez mais de sua percepção; ato que não era nem um pouco difícil, haja vista o ambiente propício ao surgimento de regiões com névoa.

 

"Eu esperava isso de um Jounin. Ele foi capaz de enxergar nos mínimos detalhes a inconstância do meu fluxo de chakra, isso sem ter qualquer habilidade especial aparente. Boatos dizem que em Konoha existem ninjas que conseguem visualizar o fluxo do chakra de uma pessoa com um simples olhar. O mundo é de fato muito maior que as poucas estrelas que não foram ofuscadas pelo Sol. Ignorando minha perceptível ignorância acerca do vasto Mundo Ninja, devo me concentrar em ficar na média sem que ele ache que estou pegando leve. E se eu reduzir gradualmente minha quantidade de chakra? É, soa como uma ideia plausível."

 

Após seu raciocínio, o jounin bateria na mesma tecla envolvendo o tempo que a garota de cabelos escuros conseguisse manter o jutsu. Ele continuaria a repassar informações, buscando ver o quanto Ajisai conseguiria manter sua técnica. A névoa começaria a se dispersar, processo que possivelmente seria intensificado pela intervenção proposital da Herdeira dos Yuki. Em algumas regiões, a névoa se dispersaria devido ao vento presente no local, já em outros, ela simplesmente condensaria em pequenas gotas de orvalho que encharcariam o solo. Devido à intervenção do local em seu jutsu, ele necessitaria de cada vez mais chakra envolvido em sua manutenção, estando fadado ao colapso em alguns instantes, se somado com a auto-sabotagem que a genin faria em si mesma.

 

"Percebo que esse é um solo de complexo uso. A não ser que seja utilizado em um local específico, a tendência é que ele entre em colapso pelos próprios fatores climáticos. Ouvi falar que no País do Ferro existe um clima extremamente frio, e tal clima pode tornar essa técnica inútil por causa da condensação. Aparentemente a técnica-assinatura da minha vila não é tão versátil, mas alguém com uma certa proficiência pode com facilidade mudar esse cenário. Mas será que seu choque com superfícies quentes pode expandi-lo? Será que ele pode ser intensificado por outras técnicas de água? Soa interessante treinar isso algum dia."

 

Apesar de ser evidente a efemeridade de sua técnica tanto pelo seu controle de chakra deficiente quanto pelos fatores climáticos — sobretudo a ventania — continuaria com seu esforço moderado para não parecer uma ninja abaixo da média e se destacar negativamente. Paralelamente a isso, aguardaria o colapso inevitável de seu jutsu e as falas do jounin; que seria capaz de instruí-la corretamente, corrigindo os aspectos negativos do seu controle de chakra, consequentemente aprimorando-o gradualmente. Ao passo que esperaria o transcorrer dos acontecimentos, continuava com uma expressão gélida, certamente um trocadilho dos Deuses do Destino com sua infame herança genética.


@Azrael

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mestragem

Turno 04

 

O homem verificava a garota de longe com a expressão séria de sempre, carrancuda e nervosa, verificando toda a extensão da névoa, o ninja já estava calejado de tanto que havia praticado aquela técnica, portanto, sabia todos os meandros e diferentes áreas que a maioria dos genins concentravam o chakra. Na maioria das vezes a maior quantidade de névoa encontrava-se próximo do próprio usuário, por sinal isso não ajudava em nada, pois Jounins veteranos certamente disparariam naquela direção sem nem pestanejar.

 

- Tsc, caso fosse uma luta normal entre você e um inimigo superior, a senhorita já estaria morta! – Dizia isso, balançando a cabeça de maneira resignada, de certo pensaria que está genin seria melhor do que os outros, pelo próprio clã, ao qual era afiliada.

 

Entretanto, vê-la divagando como toda garota normal, o fazia sentir remorso por ter que treiná-la, afinal tinha aceitado somente para poder melhor estudar os poderes daquele clã tão famoso em Kirigakure no Sato.

 

- Bom, garota concentre mais em criar áreas de densidade de neblina em lugares distantes de ti e depois em espalhar o chakra de maneira mais harmoniza... – O jounin com as mãos atrás das costas pegava três kunais em sua cintura, depois com o olhar meio perverso, imbuia todas as três com chakra. – Depois vou deixar que se locomova e fique escondida na névoa! – Com o sorriso na boca, ria sorrateiramente, por sinal ficava ainda mais feio com aquela expressão.

 

- Depois tente sobreviver aos meus ataques! – A voz cheia de poderosa intenção, mas digamos que não era de todo coerente com uma manifestação bondosa. Na verdade, carregada com desejos malignos e perversos de ferir a genin seriamente, apesar de ser um instrutor com hábitos ponderados. Então, decerto absteria de ataques estrondosos e espalhafatosos, preferindo ser furtivo e discreto nos acidentes que poderia ocasionar aos discentes que instruía.

 

O dia aos poucos ia passando, e com isso os vapores do lago ficavam mais densos e a temperatura voltavam a cair na região, assim como a névoa usada com embuste pela genin tornava cada vez mais difícil visualizar a pessoa criadora do jutsu.

 

@Diable

 

Editado por Azrael
Diable curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O homem observava a garota — tal como a execução de sua técnica — verificando toda a extensão de sua névoa; aparentemente ele detinha experiência com o Kirigakure no Jutsu, traço mister para qualquer jounin da vila homônima. Com tal experiência, Ajisai buscaria sugar o máximo de informações que pudesse, pois, como já dizia um pensador "Os sábios aprendem com os erros dos outros, os tolos com os próprios erros e os idiotas não aprendem nunca"; e como uma pessoa relativamente narcisista, gostaria de colocar a si mesma no primeiro grupo. Buscaria questionar seu mestre acerca da forma mais eficaz de utilizar seu chakra uniformemente na nuvem, ato que para o azar da jovem de cabelos negros, seria interrompido por uma fala com um claro tom de resignação; porém, após tal fala, deixaria escapar um sorriso perspicaz ocultado pela névoa. Aparentemente o jounin caiu em seu jogo mental.

 

"Aparentemente camuflei corretamente meu verdadeiro potencial. Eu hesitei ao perceber sua habilidade em perceber meu chakra, mas ao constatar tais fatos, posso reiterar uma série de fatos sobre esse homem; ele não é do tipo sensor, e muito menos possui alguma Kekkei Genkai dos boatos, sendo incapaz de perceber mudanças tão sutis. Ao conjecturar as teses colocadas sobre a mesa, posso prudentemente continuar esse joguinho, e caso esse indivíduo me coloque em uma situação de vida ou morte, utilizarei uma abordagem coerente; talvez um clone? Como ele possivelmente é incapaz de visualizar, liberarei meu chakra intensamente; um ato de desespero, na perspectiva do jounin. Colocarei uma quantidade notável de chakra ao meu redor, que permitiria a execução de poucas técnicas, técnicas estas suficientes para permitir minha ocultação."

 

O homem continuaria com suas colocações, apesar de um tom de voz com um aspecto cada vez mais vil, quiçá até sádico. Possivelmente Ajisai conseguira prever as ações do jounin ao analisar sua evidente frustração com o pouco talento mostrado pela jovem, lhe dando alguns segundos que outrora gastaria raciocinando, utilizando-os para formular uma rota de fuga. Com uma voz energética, o jounin finalmente revelaria suas intenções; em um ataque possivelmente furtivo, possibilidade lida ao se analisar a potencial experiência do homem com o Kirigakure no Jutsu — uma técnica essencialmente furtiva — abrindo um leque de possibilidades para atacar a jovem, possivelmente com o infame Sairento Kiringu. Ao imaginar essa série de possibilidades, traçaria um plano conciso. Suas chances de matar o jounin seriam naturalmente nulas, mas testar suas intenções não seria de fato uma escolha leviana. Suspiraria fundo ao ponto de chegar na tênue linha entre o desmaio e a ofegância, simulando em seguida uma respiração inconstante, ofegando intensamente e realizando uma série de movimentos precipitados propositalmente, visando escapar uma sensação de desespero para o jounin; este que por não conhecê-la muito bem, não duvidaria do caráter de suas ações, dificilmente crendo que uma garotinha seria tão boa em simular suas emoções. Gradualmente seus batimentos cardíacos aumentariam, e suas expressões faciais não entregariam o verdadeiro caráter de suas ações, uma vez que elas seriam ocultas pela névoa.

 

"Sinto a temperatura cair cada vez mais. Vapor de água é seu estado gasoso, e ao sofrer a condensação via diminuição da temperatura, tende a formar um gigantesco volume de água. As chances desse homem ter caído na minha atuação são gigantescas, logo meu próximo passo será aumentar de forma leviana o chakra gasto; ele naturalmente achará que estou desesperada com um jounin com fortes intenções de me matar. Concentrarei todo o volume de chakra para criar uma névoa densa, que será condensada, criando uma poça de água. Uma criação repentina de névoa em um local com frio gerará uma reação química quase que instantânea, condensando um forte volume de vapor, além de revelar minha posição. Com a criação de tal cenário, me esconderei na poça de água e criarei um clone; já que ele não possui sensor e muito menos alguma kekkei genkai, o chakra concentrado da névoa ocultará minhas ações."

 

Subitamente, a garota aumentaria o chakra utilizado na névoa, criando uma notável concentração de vapor ali, buscando condensá-lo. Aproveitando-se da notável concentração de água no local — tanto pela água condensada quanto pela fonte próxima ao local — realizaria um sinal de tigre, aproveitando-se da água no local para utilizar o Mizu Bunshin no Jutsu. Após a realização do primeiro, prosseguiria com a técnica de ocultação de água. Como o clone naturalmente pegaria uma parcela de seu chakra, seria capaz  de continuar com a execução do Kirigakure no Jutsu. Com tal ato, buscaria fazer o jounin acreditar que ela utilizou uma quantia absurda de chakra no desespero, sobrando-lhe poucas reservas. Mesmo que o homem demonstrasse alguma abertura, seria humilde ao ponto de saber que poderia ser uma técnica de clonagem, permanecendo inerte.

 

"Tal técnica deve ser suficiente para esconder minha presença. Todavia, ficarei atenta para quaisquer movimentações contra mim, afinal, ele ainda é um jounin; como tal, jamais devo subestimá-lo, ou isso pode significar minha morte. No entanto, o que está na cabeça dos superiores ao indicar alguém tão volátil para esse cargo?"— Pensaria enquanto "realizaria" em seu eu interior uma expressão facial de desaprovação.

 


 

@Azrael

Técnicas utilizadas:

Spoiler

水分身の術 Mizu Bunshin no Jutsu (Técnica do Clone de Água)
Rank-C | Suiton Ninjutsu | Bunshinjutsu

Suplementar. O Mizu Bunshin no jutsu é similar ao Kage Bunshin no Jutsu, exceto por criar um clone de água que tem um décimo do poder original do usuário. Como outras técnicas sólidas de clonagem, esses clones podem executar tarefas que o usuário não possa ou não queira fazer. O alcance desse clone é limitado, uma vez que não pode se afastar muito do usuário sem perda de controle. Como outros clones, caso seja ferido, ele retorna ao seu estado original de água.
Selos: Tigre
Alcance: Curto a médio

 

(Sem nome oficial) Elemento Água: Técnica de Ocultação na Água
Rank-C | Suiton Ninjutsu

Suplementar. O usuário se funde a água para se tornar indetectável pelo oponente, similar ao Doton: Iwagakure no Jutsu. Foi mostrado que essa técnica pode ser usada mesmo em uma poça fina de água, como quando os irmãos demônio a utilizaram para emboscar Tazuna e seus guarda-costas.

 

霧隠れの術 Kirigakure no Jutsu (Arte de Ocultamento na Névoa)
Rank-D | Suiton Ninjutsu

Suplementar. Essa técnica de deslocamento é uma especialidade dos Ninjas de Kirigakure, os quais geram uma névoa levantando um pouco de água e podem adentrá-la e sair dela a vontade. A densidade dessa névoa é medida pela quantidade de chakra aplicada na mesma. Ela não pode enganar o Byakugan, mas devido ao chakra na mesma, nenhum usuário de Sharingan é capaz de enxergar através dela, vendo apenas o chakra do oponente espalhado por toda névoa e ocultando o usuário.
Alcance: Curto/Médio

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mestragem

Turno 05

 

O sensei misteriosamente jogava as kunais, o mais absurdo e que na totalidade as mesmas acabavam atingindo o vento, sendo perdidas na neblina, com isto o instrutor acabava ficando ainda mais bravo, mas de certo sentia alento por não ter sido imprudente e acabar matando aquela discente.

 

- Puff, muito bom menina, conseguiu escapar do meu primeiro ataque! – O jounin com as mãos nas costas seguia andado pelo local. – Mas vejo que perdeu certo controle ao utilizar de outro jutsu... – Algumas partes da névoa tinham derretido, entretanto pelo ambiente ser propício a utilização daquela técnica assinatura, isto não tinha sido suficiente para possibilitar que a garota fosse encontrada pelo jounin.- Kiakia, ótimo garota, vejo que te subestimei, apesar de provavelmente terá que realizar algum movimento subsequente?

 

O jounin andava no campo de treinamento despreocupadamente, adentrando há névoa com os braços atrás do corpo, verificando a quantidade de chakra utilizado na neblina. O homem verificava o clone de água de Yuki parado no canto.

 

- Bom, você pode tentar deslocar este clone de água, ou algo do tipo? – O jounin dizia, enquanto observava dentro da névoa todas as minúcias feitas pelo genin. – Talvez ter atacado, ou ao menos ter corrido em sentido contrário!

 

O sensei pensativo continuava a olhar o cenário, apesar de não ter olho biónico, começava a deduzir o que a garota havia executado, depois que o Jounin à havia ameaçado com ataques de kunais.

 

 

- Assim, deixe o chakra fluir mais em teu corpo, abrindo mais os pontos de chakra, afim de conseguir fazer com que tenha mais eficiência em harmonizar os jutsus e dispersá-los de maneira mais eficiente. – O Jounin balançava a cabeça, de maneira negativa, entretanto mudava a posição para a forma mais defensiva, “ Esta genin é muito boa para aleijá-la, entretanto deve continuar testando-a.”, com a kunai em punho esperava o próximo movimento da discente. – Vejo que o chakra não está fluindo direito em alguns membros de seu corpo, por isso está gastando tanto. –...- Além do mais seu estado mental pode estar abalado tente concentrar mais e ficar focada em seu alvo! Não permita que qualquer ação do adversário à abale! - " Embora não seja há melhor pessoa para ensinar essa parte do treinamento." O sensei lembrava das missões que executava quando era mais novo e como era inepto quando intimidado pelo inimigo, tremia na base. 

 

@Diable

 

 

 

 

Editado por Azrael
Diable curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A jovem de cabelos negros conseguiria escapar da empreitada do jounin, porém, este visivelmente conseguiria ver por dentro das técnicas de Ajisai, indo contra a teoria formulada em sua mente, colocando todas as suas constatações feitas até então em xeque. Aparentemente ele conseguiria ver além das técnicas da genin, observando o uso de um clone de água, certamente colocando-a acima da média por conta do movimento que demonstraria uma certa perspicácia por parte da garota pálida; além disso, daria dicas acerca do fluxo de chakra, envolvendo a abertura de pontos de chakra para harmonizar suas técnicas e enfim executá-las de forma mais eficiente. Apesar de compreender a técnica do clone, o jounin acreditaria no blefe executado por Ajisai ao liberar muito chakra de uma vez. Ao cair em tal artifício, a herdeira dos Yuki estaria em uma situação mais confortável, pois sua máscara — ao menos por enquanto — não cairia por completo.

 

"Aparentemente acabei por subestimar um jounin. Ele percebeu que era um clone, apesar de eu ter deduzido que ele não fosse portador de nenhuma técnica capaz de descobrir tal fato. Independente disso, ele aparentemente acreditou no meu estado de desespero. Tal máscara não pode ser escondida por muito tempo, então optarei por fazer o papel da dama determinada e assustada."

 

— C-certo! — Diria ofegando propositalmente e aumentando subitamente seu tom de voz, simulando um estado de desespero sucedido pela clareza em sua mente. 

 

"Apenas por essa fala já é possível perceber que ele não irá me matar tão facilmente, haja vista que ele parou até para me dar pequenas dicas, afastando-o da tese inicial onde ele estaria frustrado por ter uma aprendiz inábil e gostaria de descontar toda a sua raiva em mim. Ao conjecturar tal tese, ele crê no meu potencial, apesar de acreditar que sou como uma ovelhinha perdida de seu bando, um ser fora da curva e totalmente assustado. A tolerância dele certamente aumentou, então posso pegar as coisas num ritmo mais gradual do que eu faria com todo o meu esforço no ato; tal ação provavelmente provém de uma empatia com meus sentimentos simulados, provavelmente por conta de experiências anteriores, com ele ou provavelmente com algum de seus companheiros."

 

Ajisai tentaria deslocar o clone de água, tal como seu mestre instruiu. Não colocaria uma dose notável de esforço nisso, mas de certa forma levaria ao menos superficialmente a sério o ato. Se concentraria em seus pontos de chakra paralelamente ao ato de executar o Kirigagure no Jutsu, gradualmente buscando aumentar a eficácia do seu fluxo de chakra para obter um resultado melhor na execução da técnica. Se certificaria de realizar tal ato de forma gradual, paralelamente ao lento movimento que o clone realizaria para se aproximar cada vez mais do lago próximo ao cenário de treinamentos. Acreditaria que o homem não tentaria mais matá-la, porém conhecendo muito bem a instabilidade da mente humana, resolveria ter um plano B, desfazendo o clone e se ocultando na poça feita pelo mesmo através da técnica de ocultação na água.

 

— Isso é suficiente? — Terceirizaria a fala através de seu clone, utilizando um tom de voz enérgico, se somando com a adrenalina aparentemente causada pelo desespero falso da genin.

 

Buscando terceirizar todas as suas ações para o clone, propositalmente aumentaria seu fluxo de chakra de forma indireta, pois a manipulação do mesmo, ao se somar com a execução do Kirigakure no Jutsu, daria uma base perceptível para chegar no tão sonhado controle do fluxo de chakra.


@Azrael

 

Técnicas utilizadas:

Spoiler

(Sem nome oficial) Elemento Água: Técnica de Ocultação na Água
Rank-C | Suiton Ninjutsu

Suplementar. O usuário se funde a água para se tornar indetectável pelo oponente, similar ao Doton: Iwagakure no Jutsu. Foi mostrado que essa técnica pode ser usada mesmo em uma poça fina de água, como quando os irmãos demônio a utilizaram para emboscar Tazuna e seus guarda-costas.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mestragem

Turno 06

 

 

 

As deduções do jounin tinham sido perfeitas havia induzido ao genin movimentar o possível clone, “ Puff, ela é boa, mas às vezes subestima demais os poderes dos superiores. ” Ao ver, porém, a tentativa dela de fazer tantos jutsus balançava a cabeça de maneira negativa. Como dito estava sendo fortemente influenciada por Hideki, “ Erros de principiante, mas como mais missões realizadas sanará esses defeitos. ”

 

 

- Bom, você é muito boa, todavia tome cuidado para não usar muitos jutsus simultaneamente!- O instrutor balançava a cabeça de forma negativa, observando o local perto do lago, apesar de não ter conseguido identificar a posição do genin, como docente teria que ajudar caso o discente estivesse em apuros.

 

 

Por sinal, Yuki sentia a fadiga devido ao gasto excessivo de chakra, no instante que sustentava tantos jutsus simultaneamente, além da mente ficar turva. A zonzeira só piorava à medida que utilizava a estratégia de ficar escondida tanto tempo fugindo do inimigo.

 

 

- Nas lutas também você vai ter que calcular sua quantidade de chakra... – O jounin andava calmamente no lugar, depois saia da névoa e ficava agachado esperando a reação da genin. – Além de tomar decisões de maneira mais rápida, pois no campo de batalha entre tantas decisões que deve tomar, as mais fundamentais ao enfrentar inimigos mais fortes são..

 

 

A discente começava cada vez mais a sentir o corpo leve, além da mente começar a divagar e o corpo mole, ademais o suor escorria por sua têmpora.

 

- Ou você cria estratégias de fuga, ou ataque-o inimigo da maneira mais eficiente possível, caso não possa executar essas duas opções, as chances de morrer tentando executar a missão são muito grandes! – O jounin ficava esperando o próximo movimento da garota, apesar de não ter usado quase nenhum chakra, portanto, mantinha grande concentração e atenção em qualquer deslocamento próximo ao lago. - Afinal, o adversário pode ser algum tipo de ninja sensor, ou possuir de experiência ou inteligência, resumindo capacidade para localizá-lo e matá-lo, mesmo você escondido do jeito que está, sendo este por tanto o último recurso que alguém mais fraco poderia usar... - Hideki tentava ajudar aquele genin, entretanto, com tantas variáveis, seria difícil prever uma situação de batalha e as melhores escolhas, todavia essa é a que daria menos certo de todas as disponíveis, cerca de 20% de efetividade. -Afinal, você vai ficar cada vez mais desgastado com o passar do tempo, não conseguindo nem correr do inimigo, caso seja necessário...

 

@Diable

 

 

 

 

 

Editado por Azrael
Diable curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Hideki balançaria a cabeça de maneira negativa ao reagir ao spam de técnicas por parte de Ajisai. Ele veria tal erro como algo comum para um principiante, uma vez que naturalmente seria resolvido através de árduas missões. Não guardando exclusivamente para si tal pensamento, falaria com a genin. Ao alertá-la acerca de seus erros, a esbelta ninja não tardaria a perceber uma certa empatia por parte do ninja. Ao propositalmente demonstrar fraquezas, acabaria por despertar de certa forma algum sentimento dentro de seu instrutor, tal como se encontrasse o reflexo do seu eu do passado em um espelho. Não deixando tal detalhe passar, não demoraria até que o cerco dos bispos evoluísse para um xeque-mate, uma vez que gradualmente seus riscos de morte cairiam.

 

"Aparentemente esse teatro está perto de seu fim. Não creio que ele tente verdadeiramente me matar, uma vez que mesmo com minha auto-sabotagem ele ainda é capaz de enxergar alguma aptidão para a batalha. Devo manter esse nível, assim sairei com vida ao terminar esse treinamento e também não demonstrarei minhas verdadeiras habilidades. Me soa bem, apesar de eu ainda ter que me precaver diante do caráter duvidoso desse homem, apesar dele não aparentar ser um completo sádico como eu inicialmente supus."

 

O homem continuaria a observar o local por perto do lago, aparentando desconhecer a localização da herdeira dos Yuki. Entretanto, a moçoila tenderia a gradualmente sofrer os impactos do uso exagerado de seus jutsus, o que não seria de fato algo totalmente ruim. A partir de tal situação, Ajisai se depararia com uma gama de possibilidades para uma futura abordagem. Normalmente jogaria mais seguro, simulando um aprimoramento em suas noções acerca do controle de chakra; todavia, também não optaria por uma estratégia à la Vassily Ivanchuk — ao simular uma perda total de seu chakra, arriscando colocar sua cabeça em risco — ambos os planos possuiriam pontos fortes e fracos, porém optaria por um meio termo. Não demonstraria aptidão suficiente para absorver inteiramente os ensinamentos de seu mestre, mas ao mesmo tempo não agiria como um "gerador não-ideal" de chakra.

 

Paralelamente ao seu raciocínio acerca da melhor abordagem possível perante as adversidades encontradas no seu embate — se é que tal termo pode ser utilizado, uma vez que aquilo seria um mero treinamento — Hideki daria uma série de dicas para a moçoila de cabelos negros. Naturalmente a fuga e o ataque seriam os principais meios para se lidar com um adversário de forma mais eficaz; a capacidade demonstrada por seu oponente de ver através de suas intenções, seja através de técnicas sensoriais, ou até mesmo através de seu intelecto ou experiência superior. Há que se destacar que as duas últimas condições supracitadas já foram concluídas, então caberia à ninja da vila da névoa analisar a situação, agindo no momento oportuno com o máximo de eficiência.

 

"Devo reduzir a maioria dos meus jutsus para evitar que meu chakra se dissolva em pouco tempo. Devo dizer que os clones no momento são bem desnecessários, além de gastarem um pouco de chakra para se manterem. Removendo-os e me mantendo na poça para esperar o decorrer dos acontecimentos, devo obter as condições necessárias para progredir nesse treinamento."

 

Tal como em seu raciocínio, todos os seus clones se transformariam em água após serem desfeitos. Apesar de crer que os perigos do treinamento agora sejam nulos, preferiria esperar mais alguns acontecimentos até tomar alguma decisão. Economizaria o máximo de chakra possível para evitar uma saia justa, se mantendo inerte na poça de água enquanto receberia instruções de Hideki, além de ficar segura ali com poucas chances de ser alvejada por um ninja que não possui técnicas sensoriais e outros meios de perceber sua localização.

 

"Quando isso acabará? Devo dizer que tal treinamento está um tanto... cansativo."

 

Apesar de ter desfeito a maioria de suas técnicas, ainda estaria no jutsu de ocultar-se na poça. Ali manteria sua concentração para — fora da visão de Hideki — aplicar seus conhecimentos em sua totalidade. Ajisai se concentraria ao máximo. Fechando os "olhos da alma", viajaria por todo o seu corpo, sentindo cada partícula e cada átomo de seu corpo. Numa viagem em todo o receptáculo de seu chakra, se concentraria ao máximo; agora não mais buscaria enganar seu instrutor, simplesmente buscando aplicar escondida seus ensinamentos.


@Azrael

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado (editado)

Mestragem

Turno 07

 

O sensei também estava cansado daquele treino de gato e rato, inconformado pela genin ser tão pouco producente em batalha preferindo ficar escondida na maior parte do tempo. O jounin balançava a cabeça, em sinal negativo, entretanto, continuava a fazer vários elos de mão e depois executava a técnica mais poderosa de Doton que conhecia, elevando a genin e aprendendo em um caixão de terra.

 

- Cansei deste treino, pode ir embora caso queira.... – O homem levava a mão as costas cruzando-as, depois agachava a cabeça e ficava parado olhando a genin. – Só espero que continue treinando em casa, por sinal nem quero ver como vai sair deste jutsu...

 

 

O ninja fazia movimentos de mão e desaparecia na enorme fumaça cinza, sumindo da visão da genin que ficava presa, entretanto, antes de ir jogava uma tarja explosiva na terra do caixão que a prendia, que era espetada através de uma kunai. No final, o discente não saberia se era letal aquele aparato ou fora jogado para ajudá-la.


 

Spoiler

 

土遁・黄泉沼 Doton: Yomi Numa(Elemento Terra: Pântano do Submundo)
Rank-A | Doton Ninjutsu
Ofensivo. O usuário muda superfície de um objeto (teto, parede, solo, etc) abaixo do inimigo, transformando-a em lama e criando um pântano, sendo assim capaz de afundá-lo em lama. A viscosa lama fundida com chakra engole o inimigo, tornando quase impossível recuperar suas forças e escapar do pântano. O tamanho e profundidade do pântano dependem das habilidades do usuário e da quantidade de chakra colocada no jutsu, mas se o usuário for experiente ele será capaz de criar um pântano de bom tamanho, efetivo para capturar uma grande quantidade de inimigos ou quando lutando contra seres gigantes. A técnica também pode ser utilizada em menor escala para prender adversários individualmente.
Selos: Javali → Tigre.
Alcance: Curto a Médio Alcance.

 

 


 

 

Editado por Azrael
Diable curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aparentemente inconformado com a abordagem pouco proativa da Genin, o mestre se cansaria tal como sua pupila. Um ardor seria aceso em Hideki, chama esta que seria totalmente extinguida pelas atitudes pusilâmines. Oscilando sua cabeça com um semblante de negação, realizaria diversos sinais com suas mãos. É de praxe dizer o quão fria e calculista a moçoila demonstraria ser; todavia, sua recorrente apatia seria suprimida por poucos segundos. Encararia aquela situação com um certo receio, haja vista que o ato de seu reitor seria algo totalmente fora de sua zona de conforto. Sua espinha arrepiaria por alguns leves momentos, retomando uma expressão que catalisaria consigo alguma espécie de mix que envolveria uma frieza notável, apesar de traços de estranhamento já supracitados.

 

"Ele está realizando um número um tanto... singular de selos de mão. Hmmmmmmm... acalme-se, Ajisai. Analisando isso de forma extremamente imparcial e fria, parece ser um movimento voltado para me assustar, não? Olhando por esse lado, talvez..."

 

Seu raciocínio, tal como suas expectativas sumiriam como delicados dentes de leão ao céu. O homem realizaria não só uma mera técnica, e sim a técnica de Doton mais poderosa que conhecia, elevando-a de forma magistral — se é que tal termo pode ser utilizado no contexto atual, haja vista a elevada periculosidade da situação — prendendo-a em uma espécie de caixão de terra. O espanto causado pelo uso de uma técnica num nível tão além ao poder de um Genin naturalmente causariam um impacto que a tornaria incapaz de reagir, apenas soltando um som com um perceptível tom de dúvida.

 

— Hã?

 

Ao ser alvejada por tal técnica, vagarosamente se encontraria presa no jutsu de Hideki. Todavia, o homem se certificaria de jogar uma tarja explosiva espetada através de uma kunai. O homem diria claramente que ele "nem queria saber como ela sairia desse jutsu", porém ao mesmo tempo lançaria uma kunai com uma tarja explosiva, ação um tanto sem sentido na perspectiva da genin; certamente existiria algo por trás disso, apesar de desconhecer as intenções de Hideki. Com tantas dúvidas acerca do que seu mestre pretenderia para a moçoila, colocaria o dedo indicador de sua mão direita em seu queixo, pensando numa abordagem coerente com a situação atual.

 

"Evidentemente isso é uma situação de vida ou morte. Ele certamente foi embora e a única coisa que ele deixou foi a kunai. Tal cenário é extremamente estranho para uma genin que está em seu primeiro treinamento; mas que técnica impressionante que ele acabou de utilizar. Devo me certificar de analisar esse papel sem me expor, além de pensar em um plano de escapar daqui."

 

Ajisai observaria inicialmente de longe o papel bomba.Todavia, logo se certificaria de cautelosamente se aproximar do mesmo. Apesar de ainda desgastada, sua especialidade em técnicas de suiton a tornaria especialmente habilitada a escapar de tal técnica, mas muito provavelmente o surgimento de tal papel não seria algo aleatório. 


@Azrael Postado depois de um hiato. Não consegui entender muito bem o que você quis fazer, já que pareceu que as circunstâncias e efeitos do jutsu não tiveram seus requisitos concluídos, ou talvez tenha sido má interpretação minha. Além disso, não entendi algumas outras ações. Anyway, pegue leve caso eu tenha feito algo errado hahahaha.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mestragem

Turno 08

 

A genin meticulosamente tentava raciocinar de alguma forma as reais intenções de Jounin, entretanto, como um experiente ninja da Vila de Kirigakure e já ambientado em missões perigosas, isso deverás seria impossível para a garota. Todavia o olhar analítico e até mesmo meticuloso dos que exerciam essa profissão de proteção e infiltração não dava margem para maiores possibilidades o que certamente limitava o pensamento, ou seja, aquela tarja sem sombra de dúvida não era explosiva e sim um bilhete, ao qual dizia:

 

Spoiler

 

Congratulações

 

 

Ao te conhecer pensei que não conseguiria realizar esse treinamento, mas por sua relevância e perspicácia acabou por finalizá-lo. Desejo te sorte e até a próxima.

 

 

 

 

O bilhete era deverás curto, entretanto, informava sobre tudo que a genin precisava aprender a respeito dos vários desdobramentos do treinamento e pensamentos daquele Jounin tão estranho e sádico. Afinal, apesar de serem ninjas, o ideal da Vila de Kirigakure vinha primeiro do que seus interesses pessoais.

 

 

@Diable

Editado por Azrael
Diable curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.