Jump to content
×
×
  • Create New...

Armageddon


Pusheen
 Share
Followers 4

Recommended Posts

Selene riria de prazer enquanto via sua companheira atacar inúmeras vezes o demônio, mas logo se envergonharia lembrando-se quem era a pecadora, aos poucos a habitante do céu não se importava muito em ter a " pecadora " como sua companheira. No entanto o mal ainda resistia, com um soco no convés do navio fez com que uma mamoninha caísse do tanque e deslisasse pelo convés, e a jovem sabia muito bem do que ela era capaz.  

 

A pirata demasiadamente ansiosa para terminar seu serviço não poderia esconder seu sorriso sádico. Selene saltaria múltiplas vezes ao redor do tubarão, e com seu Haki da observação ativo atenta e pronta para desviar de qualquer coisa que ele tentasse fazer, avançaria rapidamente as costas do alvo alvejando rasgar os tendões de suas pernas, com dois rápidos cortes ascendentes e então recuaria saltando para trás. A jovem em êxtase de prazer imaginava qual seria o barulho que a cabeça do demônio faria quando fosse separada de seu corpo, e ela não poderia esperar mais por isso. 

 

Selene ainda continuaria sua ofensiva e dessa vez alvejaria a cabeça do tubarão, mantendo seus movimentos de saltar ao redor do alvo com saliva em sua boca, usaria seu Haki da observação para saber exatamente o local mais frágil do pescoço do demônio, e num avanço impetuoso alvejaria aquele local com um corte ascendente, ela avançaria com sua adaga até que a cabeça do demônio se descolasse de seu corpo. Se o tubarão demonstrasse algum tipo de reação ao seu avanço a pirata se defenderia com sua adaga, recuando por uma vez repetiria seus movimentos até obter sucesso.

 

Em caso de Selene pudesse realizar sua tão alvejada decapitação de demônio exclamaria: - O DEMÔNIO está morto, só falta queimarmos o corpo para termos certeza que ele não voltará! - A jovem diria enquanto olhava bobamente seu serviço. - Oh Deus, cacei o demônio como jamais fiz, ele nunca mais irá causar qualquer mal por aqui. - Mudando um pouco sua postura, juntaria suas mãos num gesto de prece enquanto se comunicava com seu Deus.

 

Assim que raio cortava o céu a pirata sabia que era algo divino, com o terminar do raio uma árvore gigante brilhante surge, digna de uma propriedade do paraíso divino. - É MARAVILHOSO O PODER DO SENHOR! Seguirei até o fim Deus e cumprirei meu chamado. - Selene reafirmava seus objetivos enquanto ainda maravilhada com a árvore. A jovem com seu Haki da observação ativo ficaria atenta aos inimigos que estavam próximos, caso tentassem invadir o navio estaria pronta para eliminar qualquer inimigo que subisse no convés do navio. A jovem desviaria de possíveis disparos que a alvejassem, usando de saltos para realizar as manobras de desvio.

 


Spoiler

Haki

Haki da Observação - Rank A ( 250 )
Descrição: 
 Fora de batalha, usuário consegue sentir a presença de pessoas relativamente distantes (raio de um ou dois quilômetros) e captar intenções hostis dentro desse range mesmo que não esteja concentrado nisso. Em batalha, consegue prever ataques de inimigos em seu raio de visão e manter a concentração mesmo realizando ações complexas.

Haki do Armamento - Rank C ( 50)
Descrição:
 Consegue cobrir uma parte do corpo com sucesso, permitindo assim atingir usuários de Akuma no Mi, inclusive Logias. Pode ser usado em movimento, mas não ser mantido ativo por mais que um ou dois segundos. Defesa e ataque possuem a eficácia de equipamentos rank-C.

 

 

  • Like 3

fxbVQVA.png

Link to post
Share on other sites
  • Replies 154
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

PRÓLOGO: BRING THE DEVIL       E o anjo do Senhor, cujo nome é Fúria, descerá sobre os descrentes com sua espada de prata, trazendo a condenação eterna em sua mão direita. E ele entoará cânticos de regozijo, que se tornarão em lamúria para aqueles que não vestem a túnica da santidade. E, diante da sentença final, haverá choro e ranger de dentes dos ímpios, e haverá cânticos de alegria dos justos, pois saberão que há Justiça, pois Ele é a Justiça. A bendita lâmina, por fim, haverá de to

????? ??? ??????????: ???? ?? ?????    O homem de cabelos negro, pele alva e profundos olhos vermelhos, imerso na sombra misteriosa que impede de maneira dramática a revelação de sua identidade, estava aflito. A discussão com Lulu-chan era demasiado improdutiva, visto que Lulu-chan era bom demais em rebater sua impaciência com paciência e sarcasmo. Lulu-chan, até aquele ponto, mostrava-se invencível.    - Estou pronto, B-sama. Vou terminar os preparativos.    - Hmpf

THE INFERNAL RUSH   ????? ??? ??????????: ???? ?? ????? NUBLADO    - Lulu-chan, você demora demais para arrumar o cabelo.     - Você está há 30 minutos olhando essa ruga na testa e eu não te critico. Pode ficar tranquilo que está tudo sob controle.    - Hmpf, tá.         MIGHTY MICHAEL E ÁGUAS PRÓXIMAS DA TRIANGLE SCOUT | @Elivelton Carneiro @Azrael    - Isso parece que resolve o nosso "problema", Woon-kun - dizia Yu

- Mas que maldito pervertido.- Pensou K- Um homem sancto como eu não pode deixar um cara desses sair limpinho.

 

Vendo Kumanee sumir de sua vista, comentou para si mesmo:

 

- Ixe, a menina-urso foi comprar cigarros. Só espero que ela não os molhe nesse mar agitado. Especialmente com barreiras de água interrompendo minhas cartas.

 

O louco estava impaciente. Todo mundo havia ido pra festa, menos ele. Foi então que se lembrou de um conto. De uma tartaruga, que havia ficado de fora de uma festa no céu. Para chegar até lá, precisou entrar no violão de um corvo. Então teve uma ideia. Que teve que ser infelizmente interrompida, pois K esqueceu da ideia alguns segundos depois. Voar no violão ficaria pra depois. Executaria outro plano, algo um pouco menos divertido.

 


 

@Zaza Wallenstein

 

fwisDFd.gif

Link to post
Share on other sites
  • Pusheen locked this topic
  • 2 weeks later...

Conforme o esperado, para o bem ou para o mal, meu adversário provou a sua força repelindo-me em um único movimento. Podia sentir a dor do impacto de seu ataque com o chifre em meu braço e apesar de não ter causado nenhum dano comprometedor tinha certeza que se o deixasse fazer como quiser um braço seria algo pequeno comparado aos danos que sofreria, mas apesar de estar ciente disso mais uma vez não conseguia parar de sorrir. - " Essa não, estou me tornando um maníaco por batalhas! Mesmo assim, além de ignorar meus avisos, esse pirata sequer disse palavra alguma... Tentarei ser mais gentil com a Ettazinha no futuro." - Enquanto pensava em coisas triviais o inimigo pré-histórico iniciou o seu ataque partindo para cima de mim abertamente como outrora fiz com o mesmo, e além disso, Hong Liu retornou mais uma vez para próximo de mim enquanto gesticulava reclamando da dificuldade que era acompanhar o combate das Vice-Almirantes. - Bem vindo de volta. - Mesmo assim seu retorno era algo bom afinal precisava terminar esta luta o mais rápido possível para suprimir os outros agressores. Tendo o cumprimentado resolvi aceitar a sua ajuda para derrubar o inimigo a minha frente. - Hong Liu... Faça as honras!

 

Hong Liu deu um passo a frente cobrindo meu corpo com o seu corpo enorme e enquanto o pirata avançava tentou para-lo ou retarda-lo com a sua técnica especial, seu rugido paralisante. E aproveitando-me de sua cobertura comecei os preparativos da minha carta na manga, a melhor técnica que consigo usar no meu estado atual, a bala do dragão. Após executar seu rugido, Hong Liu pulou para a esquerda abrindo caminho para o inimigo e quando estávamos de frente executei a minha técnica para acerta-lo a distância, antes que o mesmo pudesse entrar em contato comigo. - Hasshoken... OUGI! RYUUDANGAN! - Após executar a técnica abriria caminho pulando para a esquerda como Hong Liu se o mesmo continuasse a avançar mas mesmo que parasse minha movimentação não mudaria muito avançando em sua direção pela esquerda buscando o seu flanco direito para golpear o seu corpo junto com meu panda. - Hong Liu, combine seus movimentos com os meus! Vamos fazer isso juntos! Hasshoken, Chi no Renge! - Usando essa técnica de cotovelo buscaria causar uma boa quantidade de dano interno nos seus órgãos, mas este seria apenas o começo. - Hasshoken, Tetsuzankou! - Buscando aumentar o dano usaria mais uma de minhas técnicas mais fortes e aproveitando o embalo a ligaria com mais uma. - Hasshoken, Tamashi Hasai! - Depois do golpe com o corpo, e da técnica de soco assinatura tentaria algo que não tive sucesso até hoje junto com mais uma técnica. - Fuuh... Hasshoken, RASEN TEISHO! - Junto com essa técnica tentaria aplicar o Haki de armamento na palma de minha mão. Já conhecia a energia do espirito e aos poucos estava me tornando capaz de senti-la, treinei muitas vezes para revestir meu corpo com o a minha energia e tive sucesso em várias tentativas, mas essa era a primeira vez que a aplicava em combate. - "Por favor... Funcione!"


@Pusheen

 

Descrição do pet , técnicas utilizadas e Haki

 

Nome do Pet: Hong Liu

Rank: B

Aparência: Um panda com quase cinquenta anos de vida, isso por si só já é incrível, mas o seu olhar feroz mostra que ele ainda viverá por muito tempo, seu tamanho, ostentando três metros de altura mostra a sua força em um corpo que tem muito mais músculos do que um panda normal teria. Ele veste roupas tradicionais de Kano, chapéu de palha e carrega um pastão de bambu.

Padrão comportamental: Quase um humano, andando sobre duas patas e gesticulando quando quer ser entendido. Mostra fidelidade a todos do clã Shiryuu, mas sempre pendendo para o lado do seu mestre. Como um guerreiro poderoso, se anima muito quando chega a hora de uma briga, sempre partindo para cima do seu oponente com tudo oque tem. Como entende a língua humana, qualquer um que ofender ou mostrar hostilidade contra o seu mestre, sofrerá as consequências.

Habilidade: Se comparado a outros pandas, ele seria um mestre marcial, mais comparado a humanos a suas habilidades são no minimo aceitáveis, disferindo socos, chutes e outros golpes normais com boa força e velocidade. Mas a sua verdadeira força esta na sua habilidade especial, seu rugido tem uma onda sonora tão poderosa que atordoa qualquer um que estiver próximo, com exceção apenas de pessoas com alta resistência. 

 

Nome da Técnica: Ryuudangan

Tipo de técnica: Combate (hasshoken)

Ataque Crítico - Força

Descrição:  Woon dá um soco potente que acarreta em uma onda de choque. Woon respira fundo, concentrando energia, em seguida dando 3 passos para trás, finalizando a movimentação de costas para o adversário. Enrijecendo os músculos e unindo o máximo de sua força nos punhos, ombros e abdômen, Woon dá o soco enquanto gira para frente, contra o adversário, de forma que esse giro potencialize a força do golpe. A força do impacto deve causar uma onda de choque, que atinge o adversário.

 

Nome da Técnica: Chi no Renge

Tipo de técnica: Combate (Hasshoken)

Descrição:  Golpe direto com o cotovelo, com intenção de danos internos ao adversário. Woon se aproxima do adversário com o máximo de sua velocidade, enrijecendo a musculatura dos braços ao chegar perto o suficiente. Flexionando o joelho da perna mais próxima ao adversário ao mesmo tempo em que dobra o braço, Woon dá um golpe de baixo para cima com o cotovelo mais próximo do adversário.

 

Nome da Técnica: Tetsuzankou 

Tipo de técnica: Combate (Hasshoken)

Ataque Crítico - Força

Descrição: Seu nome é derivado de Tienchankao, um golpe de artes marciais antigas que significa "impacto da montanha de ferro". O ataque é de curto alcance executado com a parte de trás do ombro. Se aproximando do adversário, Woon se vira agachando-se e comprimindo todos os músculos do corpo, atacando com o máximo da sua força na hora do impacto. A coordenação dos movimentos é de suma importância, além de forçar todos os músculos do corpo no seu máximo Woon deve transferir toda a energia cinética do seu corpo para as costas. Por isso não é um golpe que possa ser executado toda a hora, mesmo para alguém com um grande nível de resistência.

 

Nome da Técnica: Tamashi Hasai 
Tipo de técnica: Combate (Hasshoken)
Descrição: Uma técnica especial de soco, criada pelo próprio Woon. Ela se baseia em desferir um único soco em um movimento explosivo com o braço, transferindo toda a energia cinética dos músculos em seu corpo por trás desse golpe para o potencial máximo de impacto que seu corpo é capaz de produzir no alvo. Enquanto em um nível iniciante ela não aparenta ser muito diferente de um soco um pouco mais forte, quando desferida por um usuário de alto nível, o impacto destrutivo do soco pode se estender até mesmo além do alcance do punho e atingir algo distante sem perder a força  

 

Nome da Técnica: Rasen Teisho

Tipo de técnica: Combate (Hasshoken)

Descrição: Técnica de combate desenvolvida por Woon, semelhante a um soco de mão aberta com a base da palma da mão, tendo diferença somente em dois fatos, a concentração de força é completamente diferente. Assim como as suas outras técnicas, Woon concentra toda a força do seu corpo para executa-lo com o seu Hasshoken, mas a outra diferença é o que mostra a criatividade do seu criador, a forma como ela é executada, no momento do impacto, Woon acerta o seu adversário com o pulso apontado para cima e o gira rapidamente para baixo enquanto força o seus dedos contra o alvo, fazendo com que a distribuição de força no impacto o acerte da mesma forma. Dependendo da quantidade de força e resistência o alvo, assim como da força de quem o executa, ele pode ser jogado para trás violentamente enquanto roda no ar em espiral, ou apenas ser um pouco deslocado de sua posição com marcas circulares no local aonde foi atingido.

 

Haki do Armamento
Rank: C (60)

Consegue cobrir uma parte do corpo com sucesso, permitindo assim atingir usuários de Akuma no Mi, inclusive Logias. Pode ser usado em movimento, mas não ser mantido ativo por mais que um ou dois segundos. Defesa e ataque possuem a eficácia de equipamentos rank-C.

 

One piece RPG 

 

nozomu-itoshiki-hanging-by-the-sakura-tr

 
 

 

Link to post
Share on other sites

O honrado cavaleiro de Vahlor tinha pressa em acabar os reparos, não queria ficar recluso em um canto escuro quando o caos reinava soberano em sua volta. Não. Não podia, porém, desistir de tal empreitada uma vez que não havia mais ninguém para fazer, ajudaria Rou muito em breve. Pelo radar foi capaz de ver os navios piratas se aproximando, pequenos pontos piscantes na tela, poderiam estar em apuros, contudo fez o suficiente para o navio voltar a navegar. - Ó, cubo mágico... - começou Edgar enquanto finalizava a operação - irei... eu... - falava pausadamente por estar se concentrando em outra coisa - colocar o destruidor... destruído para navegar novamente! A Leonard avisai-vos! Piratas hão de chegar! - então digitando loucamente ativou o comando para fazer o navio voltar a se locomover, na mesma direção e sentido, a todo curso.

 

Terminado, Edgar se dirigiria a uma das janelas da ponte de comando, como era um dos pontos mais altos do navio, foi capaz de ver a maioria das coisas que acontecia no convés, cada um em sua luta particular, mas ao contrario da referência não se perguntou piamente o porquê de estarem lutando. Caçador de recompensas contra pirata. Justiça contra crime, bem contra o mal. Uma luta mais do que natural. Além disso, notou um rombo considerável no convés do navio e se perguntou se iriam conseguir chegar inteiros a Marineford. Teria que ajudar de alguma forma, então localizou Rou e sua oponente e se dirigiu ao convés.

 

Compenetrado em sua tarefa anterior, não havia percebido coisas importantes como a presença de uma estranhíssima árvore no convés de um dos navios ao longe, olhou ao redor e não conseguiu localizar Leonard, esperava que estivesse tudo bem com ele. - És aqui que a epopeia se inicia! Espadas sangrentas se levantam contra os escudos da justiça! Aguentai-vos, irmãos, na tarefa dada pelos homens de bem! Resiliente é nossa força, persistente é nosso coração! - Focando agora nos inimigos do convés, retirou de suas costas uma lança de seu bundle e atirou na loli, na altura do peito, percebeu que ela tentava ganhar distancia para usar seu arco, como um bom lutador de longa distância. Por isso teriam que encurtar o espaço, assim, após atirar a lança nela, correu em sua direção enquanto Rou fazia seu movimento, sempre ligado em desviar com seu haki da observação qualquer ofensiva que viesse intencionalmente ou não em sua direção.

 

Como focava na observação, naturalmente sentiu presenças hostis a todo lugar, mas principalmente vindo da mulher que lutava com Aqua-san. Aquela entre outras, era um evento impossível de intervir.

 

@Keel Lorenz @Aglow

 

 

 

Nome do Bundle: Spears of Britney
Rank: D

Aparência: 1 Conjunto de 10 lanças regulares com lamina nas duas pontas.

Efeito:  --

  • Like 1

QzZDJgI.png

 

 

Link to post
Share on other sites

A mamoninha seria neutralizada, todavia, haja vista o quão atípica era a linha de raciocínio da mulher de cabelos escuros com mechas vermelhas, acreditaria que tal explosão seria fruto de seu discurso motivacional que possuía como alvo uma erva deprimida, que deveria alterar seu "mindset" para atingir o apogeu de seu potencial verdadeiro. Ignorando tal linha de raciocínio excêntrica – eufemismo para totalmente sem sentido – a situação, outrora inteiramente contra o trio, viraria ao seu favor. Com a morte de Pink, a neutralização da ameaça da mamoninha e o precoce fim de um navio inimigo, o cenário atual estaria mais estável para as três garotas, que lidariam com um número consideravelmente menor de ameaças. A professora pervertida cambalearia em um movimento de cunho teatral, encarando a área que até pouco estava a mamona.

 

- No fim, você não resistiu e acabou soltando precocemente tudo de uma vez. Estou decepcionada com seu desfecho, mamona pervertida. - Coraria enquanto se viraria na direção de sua querida amiga loli, observando o movimento extremamente fofo de Taya. - KAWAII! - Finalizaria erguendo seu polegar em um sinal de positivo para a militar, erguendo suas mãos como se estivesse segurando uma placa com a nota daquela cena na "escala moe", pontuação que obviamente seria máxima.

 

Encarando o grupo que acabara de invadir o navio do peculiar trio feminino, Astaroth realizaria uma expressão facial que contrastaria totalmente com sua reação ao ver a fofura de Taya, enrijecendo sua face e encarando a personagem com roupa de animal, sentindo um desgosto imensurável pela personagem. A adoração da professora por personagens fofinhas era fruto de sua personalidade naturalmente meiga, todavia, a garota de pijama em especial, demonstrava um caráter forçado, utilizando roupas exageradamente "moe" e onomatopeias insuportáveis, forçando os limites do bom moe e tornando-o algo irritante. Além de seu ódio por fofura forçada, a professora de olhos azuis odiava acima de tudo as onomatopeias. Originalmente ela tinha como desejo tornar-se professora de idiomas, todavia, falhara no vestibular por conta de uma questão de figuras de linguagem, trocando o significado de onomatopeias e interjeições, não atingindo a nota de corte.

 

- BOOM BOOOM É O C******!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! ESSA M**** ME FEZ COMPRAR UM DIPLOMA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

Ensandecida pelo seu ódio por onomatopeias e moe forçado, marcharia contra o trio ao sacar sua espada, fitando-as com um olhar sério que divergia da Astaroth de sempre. Sua raiva por figuras de linguagem superaria até mesmo seu humor impróprio, que se tornaria como um litro de óleo em meio a um oceano, existente, todavia, nada perto de uma quantidade tão gigantesca de água salgada. Apesar de sentir um notável ódio pela garotinha, buscaria deixá-la por último, afinal, hereges que se fingem de moe deveriam morrer de acordo com a professora, mas era perceptível a aura ameaçadora que rondava a garotinha das onomatopeias, além de ser preferível deixá-la por último em uma vagarosa morte.

 

- Senhorita militar. Você foi promovida para Loli Militar Kawaii Edição Suprema-chan, também conhecida como LMWES-chan, ou simplesmente L-chan! Enfim, L-chan, mostre o poder da fofura para essa maldita pronunciadora de onomatopeias destruidora do moe tradicional. Rogo que mostre o poder da fofura suprema! Senhorita Anjo Divino, me acompanhe nessa cruzada. Morte aos hereges! - Concluiria numa entonação intensa, apesar de desconhecer que a definição de heresia possui significado diferente do seu, na perspectiva de sua companheira sádica.

 

"Apesar de querer matar essa farsante do orgulho moe, sinto uma ameaça vindo dela. Aparentemente ela quer realizar danos estruturais no navio ao utilizar essa maldita *interjeição*¹. Isso desagrupará elas, logo me resta matar uma das duas restantes. Matarei a de cabelos negros, possivelmente a mais fraca justamente por não participar de forma marcante dessa situação, por isso creio que ela seja a mais fraca, a falsa moe é a doente com poderes burros, porém fortes e a outra é a líder, possivelmente a mais forte entre elas."

 

Astaroth rumaria até a primeira inimiga a ser introduzida. Forçando os músculos de sua perna em um súbito movimento de deslocamento para frente. Maximizaria sua agilidade ao limite, utilizando de seu haki da observação para desviar de ataques, utilizando rapidamente um de seus ataques mais fortes com o objetivo de mensurar a velocidade de reação de seu alvo primário, além das garotas ao seu redor. O ataque serviria para tentar quebrar a formação inimiga a deixá-las em uma posição desconfortável ao serem suprimidas rapidamente. Ao prever os ataques, realizaria diversas fintas até chegar na garota de cabelos negros, virando sua espada na direção do sol com o objetivo de espelhar sua luz para cegá-la, sucedendo o golpe com um corte horizontal na área inferior de seu tronco, ataque que gozava de precisão, apesar de um dano notável.

 

Caso acertasse, buscaria realizar um chute em sua oponente, se reposicionando para trás. Caso errasse, giraria sua espada de forma com que estivesse apta a fintar sua oponente, além de desviar a luz solar nos olhos de suas inimigas como forma de contra-ataque e de atordoá-las. Visando testar o poder de reação de todo o grupo, buscaria acima de tudo mensurar o poder de seus hakis do armamento e estilos de batalha, recuando sempre que identificar uma potencial situação de risco, todavia, buscaria acima de tudo suprimir suas atacantes para evitar movimentos que coloquem em risco sua vida. Caso mais de uma a atacasse, realizaria um corte preciso na adversária mais vulnerável em um fugaz ataque, complementando-o com Haki do Armamento. Buscaria desviar dos demais ataques e reposicionar-se rapidamente, realizando apenas a última ação na impossibilidade de desviar enquanto realizaria um ataque, interrompendo-o.

 

- Isso é uma declaração de guerra contra o falso-moe. Morram, hereges. - Diria com um olhar sério, algo totalmente oposto ao absurdo que acabaria de falar.


*Astaroth-chan ainda não sabe a diferença entre interjeições e onomatopeias.

 

Técnicas utilizadas:

Spoiler

Nome da Técnica: Tiamat

Tipo de Técnica: Combate

Ataque Crítico - Velocidade

Descrição:  Nesse ataque, Astaroth força os músculos de sua perna, aprimorando sua velocidade. Com sua espada em mãos, aproveita de sua agilidade temporária para realizar multiplos saltos para fintar seu oponente. Em seguida, ela se desloca rapidamente na direção de seu oponente, atingindo-o com um corte horizontal na área inferior do tronco.

 

Haki da Observação
Rank: B (100)
Descrição:  O usuário tem a capacidade de sentir a presença de pessoas de intenções hostis nos arredores (raio de alguns metros) em situações fora de batalha, mesmo que não esteja concentrado nisso. Em batalha, consegue prever ataques de inimigos em seu raio de visão e manter a concentração mesmo realizando outras ações, contanto que não sejam muito elaboradas.

Haki do Armamento
Rank: B (100)
Descrição: Consegue ser mantido ativo em uma pequena parte do corpo ou num objeto por um curto período de tempo (alguns segundos). Defesa e ataque possuem a eficácia de equipamentos rank-B.

 

Nome da Técnica: Punição
Tipo de Técnica :Combate
Descrição: Nesse ataque, Astaroth desembainha sua espada e executa um corte preciso em seu adversário, surgindo em suas costas após a realização do ataque. Devido a velocidade utilizada no ataque, o dano só é mostrado quando a professora embainha sua espada.

 

Arma Utilizada:

Spoiler

Nome da Arma: Colhedor de Essências
Rank: B

Aparência: 

Spoiler

2248a21b46a28bf45fa607ae71c102bd.jpg

 

 

  • Like 4

 "Everything that lives is designed to end. They are perpetually trapped in a never-ending spiral of life and death. However, life is all about the struggle within this cycle. That is what 'we' believe."

 

8plgazc.gif

Link to post
Share on other sites

Rou teve quase 100% de êxito em seu ataque, o momento que pareceu durar uma eternidade terminou com a espadachim conseguindo ferir a arqueira, infelizmente não do jeito que queria, a arqueira saiu com um corte que poderia atrapalhar seu desempenho no arco, porém Rou esperava algo mais sangrento e visceral. Assim como suas expectativas não foram realizadas em um primeiro ataque, teimosa como era ela, não descansará até conseguir o resultado esperado.

 

No instante que a mulher se movimentava para se afastar, Rou pode dar uma olhada marota bem rápida no cenário ao seu redor. O navio antes quieto e silencioso de Leonard havia se tornado um campo de batalha, com lutas aqui e ali, com seu Haki conseguia sentir tudo ao seu redor, e preocupação a tomava quando sentia a hostilidade e perigo extremo vindo da espadachim que lutava com o Ás, esperava que ele desse conta daquela lolis do inferno, sabia muito bem o que aconteceria ao navio se aquele garotinha passasse pelo Spade.

 

Voltou sua atenção a lolis que tentava se afastar, sentiu - quando a menina conseguiu escapar de seu ataque com vida -, que essa guria era mais rápida que ela, porém não restava muito a se fazer além de avançar para impedir que a garota usasse seu arco, pois assim sua desvantagem seria ainda maior e não podia permitir isso. Seu Haki então notaria Edgar e em seguida seu ataque.

 

"A quem sabe esperar, o tempo abre portas" 

 

Pensou com um meio sorriso predatório no rosto em um de seus provérbios preferidos, acompanharia o ataque de Edgar para poder pegar a garota em meio a uma esquiva ou defesa aproveitando-se das prováveis aberturas de tais movimentos para desferir um corte profundo em seu flanco exposto a Rou, sem é claro entrar na rota da lança enviada por Edgar. O principal ataque seria no tronco da garota visando mata-la de imediato, porém se a mesma conseguisse se defender tanto da lança quando de seu ataque, Rou não se afastaria de imediato, usaria novamente sua habilidade Transend para desviar de qualquer contra ataque da garota e atacar novamente, dessa vez visando os ombros e braços da arqueira, na tentativa de inviabilizar seus movimentos com o arco causando uma seria ferida.

 

Spoiler

Nome da Técnica: Transend
Tipo de técnica: Combate e Haki

Ataque Crítico - Agilidade 
Descrição: Rou, Aguarda o ataque de seu adversário concentrando-se também no uso de seu Haki para saber onde e como virá o ataque de seu adversario, com sua espada já em mão, Rou desvia rapidamente com velocidade aumentada já que enquanto aguardava o ataque, a musculatura de suas pernas eram forçada justamente para liberar tal velocidade no momento de desviar, Em seguida vem o contra-ataque, um corte longo e horizontal na altura do tronco do adversário.

 

 

X787trZ_d.webp?maxwidth=760&fidelity=gra

There was nothing to fear and nothing to doubt.

Link to post
Share on other sites
Spoiler

 

 

Quanto mais a luta se prolongava, mais perto de entender os poderes inimigos Leonard ficava. Tinha ficado surpreso com a velocidade, contudo ser indicada no radar significava que aquele era um salto bastante rápido e não um teleporte. Naqueles breves instantes pode ouvir o nome do golpe: riu de canto, entendia que a garota, além de rápida, também era criativa. Contudo, como alguém criativo, em uma batalha era requisito mínimo saber filtrar suas criações boas das ruins. Do contrário, a fertilidade de ideias poderia acabar se tornando um inimigo.

 

“Ahh, piratas... Parecem nunca aprender” - resmungaria mentalmente, enquanto desaparecia para o porão.

 

Tentando não dar brechas para a garota, subitamente o capacete de Leonard apareceria no fundo do buraco, com sua face virada para cima. Em um brilho vindo do visor, então, dezenas de feixes ascenderiam de dentro do buraco recém criado. Inicialmente em formato de cone, tais feixes logo em seguida ricocheteariam caoticamente em pleno ar. Concomitante a isso, uma nuvem se formaria do outro lado do buraco, podendo ser vista através da entrada recém criada assim que os feixes saltassem dali.  Com o surgimento dessa nuvem próxima ao chão do porão, então a presença de Leonard começaria a se deslocar por debaixo do convés, sentido porão da popa.

 

Obviamente, no sangue do rapaz grisalho corriam altas quantidades de adrenalina. Seu cérebro estava a mil, enquanto fazia os cálculos mentais para tecer uma armadilha que capturasse aquela mosca. Não estava fácil, tinha que admitir. Eram muitas variáveis e os dados ambientais mudavam a cada segundo. Por isso, construir uma situação favorável não estava sendo exatamente fácil, ainda que tivesse sido agraciado com alguma sorte há pouco.

 

 


 

 

Esquema da Situação

Spoiler

SOlb4rd.png

 

@Dracon @Aglow

 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Observando toda a situação se desenrolar, vejo a morte do tritão invasor de navios nas mão de Selene de forma brutal, mas, honorável, isso enquanto eu recarrego meu fuzil. Morreu como um guerreiro e eu apreciava sua coragem, mesmo sabendo que nosso trabalho em equipe era excepcional. Bem, tinha que me focar na atual situação do campo de batalha e do navio em si. A Ruiva parecia ter tido êxito em cuidar da mamona, porém, ela - a mamona - havia destruído forças inimigas, o que me fez ficar um pouco surpresa, já que a intenção era apenas de impedir que a mamona acabasse com todo mundo do navio de mesmo nome, mas, ao mesmo tempo, coincidentemente, ocorreu o contrário. Isso é, destruímos um navio, do... Nada? 

 

Sobre meu ataque contra os inimigos que estavam se aproximando, vejo que todas minhas balas são interceptadas no ar por outras balas, mas de quem? Sim, essa era minha dúvida, mas, apenas alguns segundos após vejo três silhuetas, e, entre as três, uma tinha uma pistola, o que indicava que era ela que tinha parado com precisão meus disparos. Ela parecera uma exímia atiradora, pois para parar meus tiros imbuídos em Haki com tanta facilidade... Não é qualquer um que faz isso. O problema é o tom de deboche que ela faz, apenas com uma onomatopeia, o que me parecera um desafio. Atiradora contra atiradora? Não recuso guerras, mas...

 

- Por que tem uma menina com roupa de bicho sendo uma tentativa extremamente exagerada de ser fofa mas falhando miseravelmente pela sua lábia insuportável? - Digo para mim mesma, ao ver a garota com um martelo na mão.

 

Felizmente, a Ruiva expressou minha indignação em suas palavras. Se nós sobrevivermos até o final, não hesitarei em segui-la por onde ela fosse. Era uma versão de mim mesma mais extrovertida, mais velha e mais sábia - eu acho -. Só era menos madura que eu. Ao mesmo tempo, sou promovida a uma patente mais alta na Escala Moe, o que me fez soltar um sorriso e surgir estrelas em meus olhos, refletindo minha felicidade no momento por ser considerada fofa, até demais.

 

SUGOOOOOOOOI! - Bradaria.

 

Mas, logo retorno a seriedade assim que ela me dá uma ordem, que era a de eliminar ou atrasar a minha possível rival no movimento Moe, já preparando para atirar. Iria, claro, contar com o auxílio do meu Haki da Observação para melhorar minha precisão e mira e do Haki do Armamento para embainhá-la na bala para melhorar a perfuração do disparo. Atiraria com balas normais, sem as mamoninhas explosivas. E, provavelmente erraria os tiros já que eu não conhecia a velocidade da minha inimiga, portanto, eu já estaria preparada para isso. Se houvesse uma aproximação muito forte da inimiga para com o nosso canhão, eu iria partir para o corpo-a-corpo. Atiradores são lutadores quase imbatíveis na longa distância, mas, eles não são restritos a essa distância, pelo menos eu não sou, já que treinei meu corpo-a-corpo para repor essa "fraqueza", digamos assim.

 

Tendo isso em mente, ligaria meu Haki da Observação, para prever ataques da inimiga e assim poder desviar sem muitos problemas, caso sua agilidade não fosse insanamente maior que a minha e/ou minha visão não pudesse nem mesmo acompanhar seus movimentos, vendo apenas borrões. Mas eram apenas possibilidades, essas nas quais eu iria arriscar todas minhas fichas, como o All-In do poker. Rapidamente guardaria o fuzil em minhas costas, já buscando forçar os músculos inferiores para masterizar minha agilidade, avançando contra a garota do martelo, buscando desviar de seus ataques, e, principalmente da sua martelada, para eu não ser esmagada. Caso eu visse que fosse ser acertada, iria usar o Haki do Armamento para imbuir a parte do corpo afetada instantes antes de ser acertada, buscando aguentar todos os danos recebidos. Após, assim que eu tivesse a oportunidade, usaria da minha mão esquerda para puxar meu Flash Dial e disparar o raio de luz em seu rosto, para reduzir sua visão por instantes, servindo como bomba de luz, me dando vantagem, e, ao mesmo tempo, imbuiria o Haki do Armamento na minha mão direita, socando o chão, para criar uma forte vibração, como era o foco do meu golpe, permitindo que eu conseguisse afastar a garota ou atordoá-la ao menos por alguns segundos, tempo suficiente para a Ruiva finalizar sua parte no combate e Selene acordar para a luta, me ajudando ou pegando uma para si mesma, em um ato egoísta. Embora eu ache que ela sabe que sem um equipamento que dispare eu seria... Totalmente indefesa.


Técnicas Utilizadas

Spoiler

Haki da Observação
Rank: B (100)
Descrição:  O usuário tem a capacidade de sentir a presença de pessoas de intenções hostis nos arredores (raio de alguns metros) em situações fora de batalha, mesmo que não esteja concentrado nisso. Em batalha, consegue prever ataques de inimigos em seu raio de visão e manter a concentração mesmo realizando outras ações, contanto que não sejam muito elaboradas.

Haki do Armamento
Rank: B (100)
Descrição: Consegue ser mantido ativo em uma pequena parte do corpo ou num objeto por um curto período de tempo (alguns segundos). Defesa e ataque possuem a eficácia de equipamentos rank-B

 

Nome da Técnica: Beta Attack

Tipo: Crítico em força

Descrição: Taya envolve sua mão direita em haki do armamento e, com sua mão já revestida utiliza de sua força para dar um poderoso soco no chão, criando uma forte vibração ao redor da área atingida pelo golpe.

 

Arma(s) Utilizada(s):

Spoiler

Nome da Arma: Ivory
Rank: B

Aparência:

Spoiler

Imagem corrompeu, tem não :D.

 

Nome da Arma: Balas (x?)
Rank: E

 

Nome da Arma: Flash Dial
Rank: D

 

@Sovereign Hajime

  • Like 2

sonicboomteaser-500x200.png

- Sonic's the name! Speed is my game!

Link to post
Share on other sites

Selene antes que pudesse terminar seu plano de decepar e queimar o corpo do demônio tubarão fora interrompida por um trio de " crianças (?) " que definitivamente tinham más intenções. Uma segurando uma pistola interceptara os tiros de sua companheira militar, enquanto uma doida com uma marreta partia em direção ao canhão de mamoninhas, o que era bem preocupante. E por último uma garota que não possuía nenhuma arma visivelmente, aparentava ser a líder do trio. A pirata imaginava se ela possuía algum pacto com demônio escondido, afinal depois do tubarão tudo era possível para Selene e se vender para o demônio não era nada surpreendente. - Espero que estejam conscientes do que estão fazendo garotinhas, que Deus perdoe suas pobre almas. - A pirata dizia para as crianças com um olhar bem serio, a jovem demonstrava um pouco de pena das pequenas meninas imaginando o que as levaram para esse caminho.

 

Selene percebendo a rápida ação de sua companheira infiel se colocou em ação juntamente a ela, ativando seu haki da observação rumaria junto dela em direção a garota pistoleira sempre atenta tanto as ações da pistoleira quanto da " líder ", A pirata protegeria a retaguarda de sua companheira e sempre tentaria desviar de possíveis ataques vindos em sua direção, caso não conseguisse desviar usaria sua adaga para se proteger e até mesmo seu haki do armamento. A jovem não exitaria em avisar suas companheiras caso sentisse alguma intenção vinda de fora do navio.

 

Ao chegar próximo as suas inimigas flexionaria suas pernas e partiria rapidamente em direção a " líder ", Selene tinha como objetivo descobrir o que a pequenina escondia diante de sua aparência, imaginando que tipo de pacto ela tivera feito. Inicialmente sem almejar atacar a menina, a pirata correria de um lado para o outro sempre com o haki da observação ativo esperando pelo primeiro movimento de sua oponente, a pirata procuraria desviar de qualquer ataque vindo em sua direção e tentaria sempre acertar pequenas estocadas sempre que possível. Conforme a luta fosse se estendendo a jovem utilizaria de mais força em seus ataques, forçando suas pernas e aumentando sua agilidade e com ajuda de seu haki desviaria de qualquer investida de sua oponente, e logo após isso sem que sua oponente pudesse reagir ascenderia dois cortes em seu pequeno tronco. Caso suas ações fossem o suficiente para controlar a situação tentaria auxiliar sua companheira militar.

 


Spoiler

Haki

Haki da Observação - Rank A ( 250 )
Descrição: 
 Fora de batalha, usuário consegue sentir a presença de pessoas relativamente distantes (raio de um ou dois quilômetros) e captar intenções hostis dentro desse range mesmo que não esteja concentrado nisso. Em batalha, consegue prever ataques de inimigos em seu raio de visão e manter a concentração mesmo realizando ações complexas.

Haki do Armamento - Rank C ( 50)
Descrição:
 Consegue cobrir uma parte do corpo com sucesso, permitindo assim atingir usuários de Akuma no Mi, inclusive Logias. Pode ser usado em movimento, mas não ser mantido ativo por mais que um ou dois segundos. Defesa e ataque possuem a eficácia de equipamentos rank-C.

Técnicas

 

Nome da Técnica: Ascensão Divina 
Tipo de técnica: Combate e Haki

Ataque Crítico - Agilidade 
Descrição: Serene se concentra nos movimentos de seu adversário com seu haki ao mesmo tempo que mantém suas pernas flexionadas aguardando os movimentos de seu oponente. Com o corpo e mente sabendo para onde deve ir, desvia dos ataques desferidos e logo parte para cima de seu oponente com um duplo corte em formato de X que ascende por todo o tronco do adversário.

 

Equipamento

 

Nome da Arma: Divine Dagger
Rank: Rank B

Aparência: 

  Ocultar conteúdo

f74c55df56db846eaf24806c0e083f89.jpg

Mecanismo : Apertando sua base é liberado uma substancia venenosa em sua lamina. Essa substancia é capaz de entrar em ação a partir de um mínimo contato da lamina com um organismo vivo, fazendo com que a vítima comece a sentir um mal estar que evolui para tonturas e náuseas lentamente. 

 

 

 

 

  • Like 2

fxbVQVA.png

Link to post
Share on other sites

K conseguiu bloquear todos os projéteis contra seu navio utilizando seu próprio corpo. Ficou gravemente ferido, como esperado. Ou até mesmo como planejado, dependendo do ponto de vista. Levantou ligeiramente sua máscara, cuspindo sobre o convés do navio, colocando-a no lugar logo eu seguida. Ensaiou um pequeno monólogo, enquanto tancava os golpes.

 

- Os seres humanos eram os predadores mais poderosos da pré-história. Mas eles não podiam correr como os guepardos nem eram fortes como os leões. Então, como realizavam a caça? Através das armadilhas e da determinação de nunca parar de correr.

 

Com sua mão esquerda, deu 2 tapinhas em seu pulso. Um sinal, talvez. Desabilitou sua room, para então a abrir novamente com sua mão esquerda, a tendo como centro. Colocou o braço esquerdo nas costas, e prosseguiu com o restante de seu plano. Sabia que era arriscado. Mas loucos não se importam com os riscos:

 

- Alto risco, Alta recompensa. Estarei diante da derrota ou da vitória? Bwahahaha.

 


 

@Zaza Wallenstein

fwisDFd.gif

Link to post
Share on other sites

Incomodada com a falha de seu golpe especial, Kumanee já começou a tentar contornar o erro. Seu primeiro ato seria de, utilizando sua pata, desviar o tiro de água na direção em que Leonard se movimentava, tentando não só observar como prever seus movimentos com seu Haki. Então saltaria rapidamente na direção em que Leonard se direcionava, se adiantando um pouco em relação à ele e ficando em um lugar pelo qual ele passaria embaixo instantes depois. Dessa forma planejava desviar dos feixes de luz emitidos também, mas desviaria qualquer um que a seguisse com sua pata, prevendo-o com seu Haki da Observação. 

 

Quando estivesse um pouco à frente (e acima) de seu oponente dispararia alguns PAWs nele, esperando, se não feri-lo permanentemente - já que ele dava muitos indícios de ser uma Logia - ao menos retardar seus movimentos e atrapalhá-lo de fazer o que estava fazendo, além de se certificar da natureza dos poderes de seu oponente. Então, se tudo desse certo, daria dois toques no seu pulso esquerdo e saltaria dali. Do contrário, saltaria também, mas pra outro lugar.

 

@Night

 

Spoiler

Nome da Técnica: PAW!
Tipo de técnica: Akuma no Mi
Descrição: PAW! é a capacidade de lançar rajadas de ar com suas palmas (sejas das mãos ou dos pés) utilizando a Nikyu Nikyu no Mi. Empurrando o próprio ar com sua pata, Kumanee consegue lançá-lo de várias formas na direção desejada ou mesmo formar "bolhas" de ar no formato de patas.

 

Nome da Técnica: Paw Patrol
Tipo de técnica:  Akuma no Mi (e Haki da Observação)
Descrição: Paw Patrol é uma técnica quase passiva de Kumanee. Juntando seu Haki da Observação com os poderes de sua Akuma no Mi, ela fica atenta para quaisquer ataques se aproximando e, caso queira, os deflete com suas patas ao invés de só desviar. Com sua velocidade altíssima, ela é capaz até mesmo de desviar de projéteis vindos de uma grande distância, já que percebe os projéteis se aproximando com o Haki - apesar de não prever seu disparo caso não estejam no campo de visão - e desvia ou deflete rapidamente. 

 

Nome da Técnica: Paw Walk
Tipo de técnica:  Akuma no Mi
Descrição: 
 Utilizando suas patas - normalmente as nos pés - Kumanee repele uma superfície, impulsionando-se para frente por consequência. Somando o poder de sua Akuma no Mi e sua agilidade enorme, ela consegue alcançar velocidades estrondosas, fazendo o avanço parecer um teletransporte para olhos destreinados. Quando chega em seu destino ela pode repelir outra superfície, eliminando qualquer impacto da parada.

 

 2mwdDXj.gif

Link to post
Share on other sites

Kasai conseguiu chutar figurantes com sucesso, e logo se vangloriou.

 

- Hahahaha! É isso que ganham por tentar atacar a elite!  - Ria em deboche. Mas logo sentiu uma presença ameaçadora com seu haki, e desviou por pouco de um ataque que viria na sua jugular. O ataque veio de um gato preto, que não deu nem tempo de Kasai pensar sobre isso, e já veio para cima na tentativa de um segundo ataque. Se fosse possível desviar do ataque somente prevendo com o haki e usando a sua velocidade, Kasai tentaria um contra-ataque com um chute alto na barriga da criatura, como se chutasse o animal para cima, usando haki do armamento na ponta de seu pé. Porém caso não fosse possível desviar mesmo prevendo o ataque, Kasai usaria o haki do armamento na região que fosse receber o ataque da criatura, e aí tentaria socar o animal que estaria mais próximo de seu corpo, também usando haki no punho.

 

" Um gato tentando atacar outro gato... Heh... Lamento dizer que o mais gato é quem sobreviverá! " - Pensava essa idiotice durante o combate com o animal.

 

 

________________________________________________________________________

Spoiler

 

Link to post
Share on other sites

REAPER'S WHISPERS

 

 

TORRE DOS ALMIRANTES: PÁTIO EXTERNO | @Linnie

 

Lulu-chan continuava murmurando.

 

 

MIGHTY MICHAEL | @Elivelton Carneiro @Ruisu @ShinoNaro

 

 A bordo de Mighty Michael, Mero e Kasai enfrentam seus novos inimigos. Que eram animais, no caso, mas não menos perigosos por isso. Mero permanece inerte e recebe um ataque direto da coruja. Seu abdome fora alvejado e um proeminente volume de sangue saía pela ferida causada pelas garras da coruja marinheira. 

 

 Kasai estava mais atento e menos inerte que x colega, então conseguiu desviar-se do segundo ataque do gato contra a sua jugular, mas falha em interceptá-lo com um chute, errando por uma ampla margem. "Miau" - responde o gatíneo à provocação do adversário. O gatíneo era muito veloz e, ao sair ileso da tentativa de ataque, pausa por um momento, observando atentamente Kasai. Após isso, o gato aproveita de seu tamanho diminuto para se esgueirar entre os inimigos e aliados de Kasai, desaparecendo de sua vista.

 

 Do outro lado, Woon e Hong Liu lutavam contra Bob em sua forma de triceraptor. Woon tentava uma estratégia ousada, utilizando Hong Liu de distração. O rugido paralisante não é muito efetivo em Bob, que apenas se irrita com o animal e avança contra ele, arremessando-o contra Woon. O ataque concentrado do marinheiro então não obtém muito sucesso e ele acaba em baixo de Hong Liu, que era particularmente pesado e estava demorando um pouco para perceber isso. Bob estava parado naquele exato momento, mas suas patas arrastavam-se no chão, como se estivesse preparando uma nova e potente investida. Naquele momento, Woon e Hong Liu estavam próximo de uma das beiradas do navio.

 

 

  M1A VS DAY-Z | @Keel Lorenz @Aglow @Dracon @Zaza Wallenstein @Night

 

 Rou, agora com auxílio de Edgar, segue o combate com a loli arqueira veloz e provavelmente sociopata. Ambos articulam seus movimentos de modo que Rou avança junto com a lança de Edgar, cobrindo uma possibilidade maior de esquivas possíveis por parte da oponente. A adversária, que prontamente esquivou-se da lança de Edgar, viu-se logo próxima de Rou, que vinha com um potencial ataque letal contra ela. A oponente então demonstra uma expressão de surpresa momentos imediatamente antes de desaparecer da visão de Rou. 

 

 Edgar, que estava mais distante, pôde ver que a oponente havia lançado-se ao ar a alguns bons metros de altura, e executava dois tiros de arco e flecha na direção da samurai e do cavaleiro/cavalheiro. Aquele movimento havia sido bem mais rápido que o padrão demonstrado pela oponente até então.

 

 Leonard segue em batalha com seus dois oponentes. K havia absorvido muito dano, mas logo vê-se sem dor limitante. No entanto, o que o limitava naquele momento era justamente o dano que havia levado. Estava sem dor, mas seu corpo já não respondia tão bem. Ainda respondia, mas não era a mesma coisa. Kumanee tentava redirecionar o tiro de água de Aqualung, mas ela não tinha destreza suficiente para isso e acabou só defletindo o tiro mesmo. Enquanto isso, Leonard emite dois poderosos ataques contra os dois oponentes. Acerta K com facilidade, fazendo com que o pirata sentisse dor de novo e recebesse mais dano ainda. Aparentemente o ataque de Leonard simplesmente ignorou o escudo de humanos gordos que havia se formado à frente de K (parece balanceado). Kumanee não foi acertada, porém. Apesar de o conceito dos tiros de Leonard ser meio que impossível de desviar, o mestre se negava a considerar isso porque isso é roubado demais, então Kumanee desviou sim porque tem agilidade para isso. A menina com manias de urso ainda consegue efetuar vários ataques em forma de pata contra a popa do Destroyer, abrindo vários buracos com tamanhos razoáveis. Nada que ferisse as estruturas do navio a ponto de impedir seu movimento, porém. Algumas das patas voadoras acertaram Leonard, causando um total de zero impacto devido às propriedades diferenciadas de seu corpo.

 

 Kumanee então salta em direção a Leonard, como que esperando algo vindo do além. K, no entanto, não estava em condições de responder rapidamente às combinações feitas em sigilo por ambos e, dessa forma, Kumanee é pega de surpresa - ou nem tanto - por um ataque direto de Leonard. A pirata conseguiu ver apenas um enorme flash de luz, perdendo a consciência logo em seguida. 

 

 Após isso, Leonard vê Kumanee sumir misteriosamente, dando lugar a um K debilitado. Em seguida, K some também e Leonard fica de frente com um pirata gordo e careca aleatório, que não fazia ideia de como havia parado ali. Seu umbigo estava bem sujo, sua careca oleosa e seus dentes pareciam não ser escovados há dias.

 

 - Nossa, que fumaceiro... alguém peidou? Não, não parece peido... hmmm, que misterioso...

 

 

MAMONA | @Diable @Sovereign Hajime @Bills

 

  - Booooooooooom! - bradava a menina com roupa de bicho enquanto lançava-se ao ar com alguma velocidade. Taya efetuou alguns tiros contra a oponente, que pareceram ter acertado, inclusive, mas a oponente não pareceu abalar-se nem um pouco com isso. No ar, efetuou um giro frontal sonic-like, girando sua marreta com velocidade. O giro era tão rápido que os contornos da menina e da marreta se perdiam e tudo parecia só uma grande bola girando no ar, mas não o era. Taya resolve interceptar a oponente no corpo a corpo. Definitivamente ela conseguiu impedir que a oponente atingisse o canhão de mamoninhas, mas havia levado uma marretada no processo. O chão do convés se abre e Taya vai parar no andar mais baixo do navio. Quebrou algumas costelas nisso, o que fazia a respiração ser dolorosa, mas ainda conseguir lutar.

 

 - Boom para você! - disse a menina com roupa de bicho, olhando pelo buraco do convés - vou fazer outro boom, agora na sua cara! Você é malvada!

 

 Taya pôde perceber que, efetivamente, sua oponente havia levado todos os tiros que disparara. Havia 6 buracos referentes a balas em sua oponente, e todos sangravam. Por que ela se mantinha aparentemente tão sem dor ainda era um mistério.

 

 Astaroth focava na atiradora. Cortou a velocidade entre si a sua oponente com bastante velocidade e utilizou-se da luz do sol para promover uma segunda distração. A oponente atiradora sofre as consequências da luz em seu rosto e tem seu tempo de reação prejudicando, permitindo que Astaroth acertasse um ataque direto na área inferior de seu tronco. A oponente consegue iniciar um impulso para trás, não evitando o ataque, mas conseguindo afastar-se alguns metros. Como se não houvesse acontecido absolutamente nada, a atiradora efetua três disparos contra Astaroth, que consegue desviar de apenas dois. Estava agora com uma bala alojada em seu abdome.

 

 Selene parte direto em direção a suposta líder. A escolhida por sei lá quem avança, ao passo em que a "líder" tira uma espada com mecanismo de seringa da bolsa. Selene tenta várias estocadas, testando a agilidade da oponente, que apenas responde nos conformes, revelando nada além de uma velocidade igual ou superior à de Selene, até o momento. Nisso, a sacerdotisa tenta um movimento mais veloz, que atinge a oponente sem maiores dificuldades. A oponente emite um grito de dor, mas logo mexe em algum mecanismo da espada seringa, mudando a cor do conteúdo da arma, e injetando em si mesma alguns mililitros de um líquido amarelo. A ferida extensa no abdome da líder então começa a ferver e cicatrizar rapidamente. A líder então retroca o conteúo da seringa para o líquido vermelho.

 


 

48h? 48h

  • Like 4

 

Jess Mac

URANE | BÔ ZEBU | MEI

Link to post
Share on other sites

Kasai se esquivou com sucesso do ataque do felino, porém seu contra-ataque falhou. O gato era rápido, e após ter desviado do chute do pirata, olhou para ele por alguns instantes de forma atenta. Depois simplesmente desapareceu entre os aliados e inimigos naquela batalha.

 

- Ei, não fuja! Droga, não resolvemos quem era o mais gato... Se bem que o resultado é óbvio. Ha Ha Ha! - Encerrava com uma risada pausada e irritante. Agora que seu oponente de batalha simplesmente recuou, Kasai pensaria no que fazer. " Hmm... Não faz sentido seguir ele pelo campo de batalha, então ajudarei quem puder. " - Pensou e chegou a sua conclusão. Kasai manteria sua concentração no haki da observação para qualquer nova tentativa de ataque, fosse do gato ou qualquer outro. Ele então ficaria atento ao campo de combate, se algum companheiro próximo estivesse precisando de ajuda e ele tivesse uma brecha para atacar, poderia chegar na voadora e dar seu suporte.

 

________________________________________________________________________________________________________________

Spoiler

 

 

Link to post
Share on other sites

Focando na atiradora, uma clara ameaça para todas as suas companheiras, conseguiria atingir seu tronco de forma perspicaz após tentar cegá-la através da luz solar. Sua oponente conseguiria realizar um impulso para trás, e apesar de não evitar o ataque da professora, conseguiria abrir certa distância, desferindo um tiro que atinge o abdome de Astaroth. Urraria brevemente, mordendo seu lábio enquanto cravaria em sua oponente um olhar que mesclaria excitação e um puro sentimento de revanchismo. Crendo na filosofia do "olho por olho", logo rumaria até sua oponente, ensandecida pela vontade de causar uma quantidade notável de dor na mesma, todavia, logo refletiria consigo acerca do ocorrido. Seu ataque, apesar de acertar em cheio sua adversária, causaria pouco impacto na mesma.

 

"Hm? Aparentemente temos uma trapaceira por aqui. Dizem que a virtude de uma luta está em utilizar tudo o que você tem para matar seu oponente, mas discordo com tal afirmação. Um duelo consiste em duas pessoas se machucando, um sentimento mútuo de amor e ódio. Amor pela batalha, ódio pela dor, mas a clara vontade de infligir o dobro do que sofreu em um inimigo. Essa maldita mulher está deturpando a beleza sádica de uma batalha. Desgraçada. Lhe partirei até essa trapaça sumir, e se ela persistir, me contentarei com sua mente agonizando."

 

Passaria seus olhos ligeiramente pela batalha, analisando brevemente a situação. Astaroth, apesar de raciocinar com uma pitada de loucura, logo identificaria um padrão entre os danos infligidos por suas aliadas nas invasoras. As oponentes da professora e de Taya demonstrariam reações mínimas, quiçá nulas em relação aos ataques atingidos, enquanto a inimiga de Selene demonstraria uma sensibilidade comum ao ser atingida. Justamente a pessoa que carregava itens notoriamente voltados para medicina receberia danos, regenerando-se, ao contrário de suas oponentes. A mulher de cabelos negros com mechas avermelhadas indagaria brevemente sobre aquela situação, todavia, logo focaria nos ataques, lançando uma breve provocação voltada para sua adversária, vendo o quão inútil seria teorizar acerca de algo cuja natureza seria uma incógnita.

 

- Você realmente está roubando? Mas que decepção. A virtude de uma luta é a dor, logo devo torturar sua mente, certo? Tenho uma perguntinha. Prefere morrer afogada, queimada ou por perda de sangue?

 

Sorriria paralelamente ao desfecho de sua fala, e finalmente depois que se aproximaria de sua oponente viraria sua espada. Utilizando-a de forma como se parecesse como a repetição de sua estratégia anteriormente feita, buscaria realizar uma finta ao fingir espelhar a luz solar nos olhos da atiradora. Buscando tirá-la da zona de conforto ao fingir um ataque anteriormente feito, realizaria um corte direto, sem quaisquer "firulas" e distrações, aproveitando-se do fato dela já ter apresentado uma movimentação similar, apenas alterando a reflexão da luz solar por um corte direto, com o objetivo de confundi-la. 

 

"Agora que recebi um tiro, não posso me dar ao luxo de correr o risco de sofrer mais ataques, ainda mais que sua capacidade de me atingir é muito maior. Será muito difícil desviar e defender os ataques dela, logo impedirei que qualquer golpe seja feito por ela. Você simplesmente não jogará esse joguinho, senhorita Atiradora."

 

Tentaria realizar um corte preciso em sua adversária, voltado para o braço que dominaria sua arma de fogo, buscando aparecer em suas costas após a possível imobilização de seu único armamento, forçando o "bico" da arma para cima com o choque entre as armas e girando seu tornozelo, realizando um lento, porém potente chute com sua perna esquerda na região da panturrilha da atiradora, somando-o com Haki do Armamento. Notando a resistência anormal aos ferimentos por parte de sua inimiga, buscaria atingir um ponto de apoio para forçá-la ainda mais, sucedendo-o com um golpe com a palma aberta no colo de seu útero. Deixando-a em uma situação cada vez mais desconfortável, somaria o ataque anterior com Haki do Armamento no momento exato do impacto. Seu objetivo seria simplesmente deixá-la ofegante, submetendo-a aos ataques que estariam por vir.

 

Independendo do quão eficaz seria sua série de ataques, concluiria com 9 golpes praticamente simultâneos contra nove pontos diferentes da atiradora, cada um consistindo em um ataque básico do Kenjutsu - corte de cima para baixo, de baixo para cima, da esquerda para a direita, da direita para a esquerda, nas quatro diagonais e uma estocada - aproveitando-se num súbito aumento em sua destreza. Utilizaria seu Haki da Observação para prever possíveis contra-ataques durante todos os seus movimentos, com o objetivo de reagir em determinado ponto com um ataque básico de espada, realizando ataques antes que sua inimiga conseguisse acertá-la, utilizando de um estilo de luta agressivo para evitar que ela conseguisse raciocinar e agir de forma eficaz contra os movimentos de Astaroth.

 

- Desculpe por focar ataques em seu útero, senhorita Atiradora. Todavia, não há nenhum problema em perder as chances de ficar grávida, certo? Ou será que você é do tipo que gosta quando g**** dentro e sente-se excitada ao ter um notável risco de gravidez após o ato? TARADA! TARADA! TARADA! - Sucederia sua ofensiva frase com um urro, encarando-a com um sorriso sádico, porém moderado, haja vista seus padrões totalmente anormais.


Técnicas utilizadas:

  Ocultar conteúdo

Nome da Técnica: Tiamat

Tipo de Técnica: Combate

Ataque Crítico - Velocidade

Descrição: Nesse ataque, Astaroth lança 9 ataques simultâneos contra 9 pontos diferentes, cada um dos ataque consiste em um ataque básico do Kenjutsu (corte de cima para baixo, de baixo para cima, da esquerda para a direita, da direita para a esquerda, nas quatro diagonais  e uma estocada), aproveitando-se se sua grande destreza e de seu aumento anormal de destreza.

 

 

Haki da Observação
Rank: B (100)
Descrição:  O usuário tem a capacidade de sentir a presença de pessoas de intenções hostis nos arredores (raio de alguns metros) em situações fora de batalha, mesmo que não esteja concentrado nisso. Em batalha, consegue prever ataques de inimigos em seu raio de visão e manter a concentração mesmo realizando outras ações, contanto que não sejam muito elaboradas.

Haki do Armamento
Rank: B (100)
Descrição: Consegue ser mantido ativo em uma pequena parte do corpo ou num objeto por um curto período de tempo (alguns segundos). Defesa e ataque possuem a eficácia de equipamentos rank-B.

 

Nome da Técnica: Punição
Tipo de Técnica :Combate
Descrição: Nesse ataque, Astaroth desembainha sua espada e executa um corte preciso em seu adversário, surgindo em suas costas após a realização do ataque. Devido a velocidade utilizada no ataque, o dano só é mostrado quando a professora embainha sua espada.

 

Arma Utilizada:

  Ocultar conteúdo

Nome da Arma: Colhedor de Essências
Rank: B

Aparência: 

  Ocultar conteúdo

2248a21b46a28bf45fa607ae71c102bd.jpg

  • Like 2

 "Everything that lives is designed to end. They are perpetually trapped in a never-ending spiral of life and death. However, life is all about the struggle within this cycle. That is what 'we' believe."

 

8plgazc.gif

Link to post
Share on other sites

O ataque de Rou dessa vez erra totalmente o alvo mesmo tendo acertado o tempo de ataque com Edgar, já havia lutado lado a lado com o cavaleiro antes, e por mais que não tenham combinado antecipadamente o ataque, restava que os dois tinham muita experiência de combate e conhecer um pouco que seja seu companheiro já lhes dava uma grande vantagem, porém a mulher não conseguiu escapar do seu Haki.

 

Soltou a fumaça de seu cachimbo quando a mulher sumiu de seu corte, um pulo desse poderia ser aquela famosa habilidade de uma certa organização da marinha, mas logo descartou a ideia, afinal a mulher era uma pirata, então tratou apenas como um grande pulo, pelo menos por enquanto, afinal se piratas estivessem conseguindo habilidades secretas da marinha ou do governo, então as coisas estavam piores do que a samurai pensava.

 

Sentiu a intenção assim como o tiro e logo desviou antes do tiro sair - ou não -, sua esquiva no entanto não foi meramente para escapar, se sua estratégia desse certo, a arqueira iria virta-se para Rou girando seu corpo para tentar atirar novamente enquanto caía, assim ficando de costas para Edgar que poderia lançar outro disparo. No entanto se a samurai notasse que a mulher não a atacou mais uma vez, Rou aguardaria - ainda pronta pra desviar um tiro - a lolis defender de uma possível lança voadora enquanto fazia seu caminho de volta para o chão, afinal tudo que sobe uma hora tem que descer, então quando a garota estivesse voltando e se defendendo de uma suposta lança, Rou que se encontrava em baixo dela iria saltar em seu encontro, desferindo um corte assim que a lolis estivesse dentro de seu alcance, seu ataque se originária do lado em que a garota estava ferida, além de ser um corte crescente tentando pega-la em uma posição difícil de defender.

 

X787trZ_d.webp?maxwidth=760&fidelity=gra

There was nothing to fear and nothing to doubt.

Link to post
Share on other sites

A adversária mostrava bastante agilidade, notou sua esquiva fácil diante de sua lança e estreitou os olhos para não perder nada, sabia que Rou não perderia a chance de encaixar uma de suas investidas, já tinha feito aquilo em outras ocasiões. O que não esperava, porém, foi o movimento usado pela loli, de longe pode ver ela dar um grande salto, fazendo-o se perguntar se ela também sabia utilizar uma daquelas técnicas especiais dos marines e CP-0, nunca lembrava o nome delas. Ele mesmo havia aprendido algumas e pensou que fosse o único em ter a ideia de utiliza-las, gerando comoção na GM (governo mundial). Torceu para que, com seu haki, a amiga samurai notasse a presença bem acima dela.

 

E assim que notou o arco sendo mirado em sua direção, ativou o mecanismo do seu escudo sem que a menina notasse, as nuvens de ferro dentro dele saíram e adquiriram o mesmo formato do escudo cobrindo sua área, como uma camada extra protetora. Levantaria o escudo para defender de uma ou mais flechas, afinal era isso que os escudos faziam, não possuía plena confiança se seria capaz de esquivar sem usar uma técnica para isso. Diminuiu um pouco a velocidade de sua corrida, apesar de ser capaz de lutar corpo-a-corpo com o estilo medieval, também era treinado em atirar lanças, como já havia a samurai ali, uma visão mais ampla poderia ser interessante, como havia se mostrado.

 

Enquanto desativava o mecanismo do escudo, recolhendo as nuvens de ferro, ainda disfarçadamente, notou os diversos rombos no convés, com uma careta agradeceu por não precisar consertar aquilo - afinal o navio continuava a todo o curso, rumo Marineford. Focado em sua atual adversária, precisaria de uma brecha para jogar sua lança, senão ela desvaria como havia feito mais cedo - Vamos, samurai, erga a katana mais alto do que a lua e julgue os infiéis injustos! ... Ou só vire-a de costas.

 

Quando surgisse a oportunidade, pegaria uma das lanças agilmente e atiraria nela de uma vez, com a intenção de perfurar sua barriga, se baseando no fato que não teria como desviar estando no ar, ao menos que... "Não pise no ar, não pise no ar, não pise no ar, não pise no ar, não pise no ar, não pi..", se tivesse mais perto pararia de correr e aguardaria a ofensiva da mulher, esperando por mais flechas.

 

 

@Keel Lorenz @Aglow

 

 

  • Like 2

QzZDJgI.png

 

 

Link to post
Share on other sites

A minha segunda tentativa de ataque terminou exatamente como a primeira, uma falha. Esqueça de consegui ataca-lo, não tive nem tempo de preparar qualquer técnica até que ele arremessasse Hong Liu em cima de mim. - Hong Liu-san... Esta pesado, poderia se mover para o lado? - Meu panda que parecia estar relaxando finalmente tomou ciência de onde estava e rapidamente se levantou, e após isso eu também fiquei de pé, estávamos próximos da borda do navio e o nosso adversário estava preparando-se para mais um ataque, parecia que ele estava querendo nos finalizar com o seu próximo ataque. - "Ele esta nos olhando de cima não é? Bem... Isso é óbvio. Afinal ele é bem mais forte que nós e aposto que nem sequer chegou a tentar usar Haki para nos enfrentar." - Um inimigo devastador, se eu parasse para pensar agora já havia um tempo desde a ultima vez que fui superado assim. Até mesmo contra a Hone onna da tripulação do rei dos piratas eu consegui me sair bem mas isso não era por meu mérito pessoal, e sim porque recebi ajuda de companheiros fortes. - "Talvez eu também em algum ponto passei a superestimar as minhas habilidades..." - Mas isso também se mostrou como uma chance, afinal diferente dele que continuava a nos subestimar eu já havia me tornando ciente de minhas fraquezas. Com isso murmurei algo cheio de determinação. - Esta na hora de transformar a possibilidade em uma chance de virada...

 

Fingindo fraqueza me deixei cair no chão me apoiando em um joelho, Hong Liu parecia sinceramente preocupado enquanto me acudia, mas antes de que o mesmo tivesse chance de me erguer novamente falei algo para o mesmo. - Quando o inimigo estiver próximo pule para fora do seu caminho o máximo que puder, acredite em mim, eu tenho um plano. - Ainda ajoelhado comecei a me concentrar, tentando sentir a energia espiritual ao meu redor, tentando usar o Haki do observador para aumentar as minhas chances de sucesso. Quando o mesmo já estivesse a cerca de dois metros de distância começaria meu movimento esquivando-me dele com um salto, não muito alto, um pouco para frente, apenas o suficiente para viajar no ar próximo de seu corpo e pousar na sua retaguarda, durante todo o caminho no ar continuei a observar as possibilidades usando o haki para não ser pego em um ataque em pleno ar. Tendo pousado, tentaria usar mais uma vez o haki de armamento na palma de minha mão, usando de meus esforços e seu impeto na investida para empurra-lo para fora do navio com toda a minha força. - HAAA! - Manteria-me atento para não ser pego em um coice posicionado entre as pernas traseiras dele preparado para esquivar e saltar para trás quando necessário. E se conseguisse joga-lo para fora do navio focaria a minha atenção em nossos aliados feridos. Usando as técnicas de acupuntura do ponto de relaxamento muscular naqueles com lesões internas , do ponto do fluxo de sangue naqueles com ferimentos esternos expostos e dando a Freeze Healing Pill para aqueles com ferimentos mais graves e que precisavam de um pouco de repouso, entre essas ações também repararia uma jovem pirata, ou um jovem pirata? Com um sangramento sério. Depois de parar seu sangramento com o uso do ponto do fluxo de sangue e da Freeze Healing Pill daria ordens para que os marinheiros presentes a(o) prendessem com algemas. - "Não me lembro de ter me tornado algum tipo de escória que ignora feridos somente por serem inimigos, bem o senhor dinossauro provavelmente não morreria na água... Talvez... Quem sabe..."

 


 

Spoiler

Haki da Observação
Rank: C (50)

 

Haki do Armamento
Rank: C (60)

 

Profissão
Médico#1: Rank-B (120)

 

Nome da Técnica:  Acupuntura Sangrenta - Ponto de relaxamento muscular
Tipo de técnica: Profissão - Médico
Descrição: Suas habilidades de acupuntura somada ao conhecimento da localização dos meridianos do corpo humano criaram uma técnica que pode ser utilizada tanto na medicina como no combate. Aplicando agulhas em pontos estratégicos do corpo humano, o médico pode reduzir a dor muscular a níveis quase anestésicos. Em combate, pode usar isso de forma a causar dormência nos músculos dificultando a movimentação do adversário. É uma técnica mais eficiente de se usar em adversários distraídos, mas a eficiência aumenta gradativamente com o nível de destreza do usuário.

 

Nome da Técnica: Acupuntura sangrenta - Ponto do fluxo de sangue

Tipo de técnica: Profissão - Médico

Descrição: Uma variação das habilidades médicas de Woon. Aplicando suas agulhas em pontos estratégicos das veias Woon consegue interromper o fluxo de sangue fechando aquele ponto da veia temporariamente. Não importa o tamanho da ferida, no momento em que essa técnica é executada o sangramento para por completo.

 

Nome da Arma: Kit de 170 agulhas
Rank: E

Aparência:

170 agulhas de 10 cm cada guardadas em uma pequena bolsa, essa quantidade é equivalente aos pontos de pressão existentes no corpo humano.

Mecanismos: 

 

Nome do Item: Freeze Healing Pill

Rank: C

Aparência: Esferográfica, com cores azul e verde, tendo predominância da cor azul. Este remédio age como um anestésico, enganando o corpo para reduzir as atividades internas, como uma pseudo hibernação, depois de algum tempo o mesmo também acelera a coagulação do sangue nas áreas com feridas externas, assim acelerando o processo de cicatrização. O mesmo não funciona com a mesma eficiência em ferimentos mais sérios, nesses casos aconselha-se que o paciente passe pelos processos médicos comuns e repouse até segunda ordem.   

Efeito: Causa/alivia sintomas de média intensidade, que prejudicariam seriamente uma pessoa comum.

 

One piece RPG 

 

nozomu-itoshiki-hanging-by-the-sakura-tr

 
 

 

Link to post
Share on other sites

Conforme reorganizou os elementos de seu corpo, sua cabeça pode ver por debaixo do buraco que seu feixes tinham sido efetivos. Contudo, Leonard não era do tipo que cantava vitórias cedo. A garota pirata, então, pareceu tentar lhe distrair com alguns ataque inócuos. Contudo, apesar deles não serem preocupante, o que provavelmente estava por vir com certeza era. Estava preparado e, por isso, prosseguiria com seus planos. Porém estava um tanto descrente de que morderiam a isca. Ao seu ver, o custo estratégico da não movimentação de K era alto demais e, por isso, algo grande certamente deveria estar por vir. Ele parecia ser doido, mas, às vezes, não tanto. Pelo menos, não a ponto de sacrificar seus movimentos naquele tabuleiro por algo que fosse irrelevante como aquelas rajadas de ar.

 

Naturalmente, a irreatividade da aura de K tinha lhe deixado bastante apreensivo, contudo esse fator, na realidade, mostrou-se um sério problema para eles. Em uma dessincronização, Kumanee avançou diretamente à armadilha, dando a entender que estrategicamente dependia de um fator externo. Julgando que este fator dependeria de K, Leonard imediatamente aproveitou-se da oportunidade e tentou desferir o golpe final. Algo que tinha se esquecido naqueles cálculos, porém, era do próprio K, da sua resiliência antes testemunhada e de seus poderes exóticos.

 

“Mais dados preciosos” - cerrou os olhos ao ver o que tinha acabado de acontecer diante de si.

 

Obviamente, o motivo de Kumanee não ter simplesmente sumido e K ter se arriscado era que a técnica possuía condições. Condições estas que começavam a fazer sentido agora, que via aquele ser nada higiênico diante de si. Estava nitidamente mais aliviado, entretanto reconhecia que ainda havia muito trabalho a fazer. Seu objetivo principal, claro, por simples questão de lucro, era capturar algo significante como aquela capitã ameaçadora do lado de fora. Bônus de pontos se entregasse a frota, claro. Seria para isso que tramaria. Bem, logo depois que usasse seus poderes para arremessar aquele pirata para fora de seu navio. 

 

“Dead or alive, humm?” - pensou consigo mesmo, tocando com o indicador sobre onde deveria estar sua boca, enquanto imaginava que não tinha tantas algemas para tantos piratas.

 

Link to post
Share on other sites

Selene expressaria brevemente seu sorriso sádico após conseguir causar certo dano a sua oponente, porém não o manteria por muito tempo. Suas duas companheiras não tiveram muito sucesso com suas oponentes e acabaram saindo feridas do embate, e para piorar a situação sua adversária usara algum tipo de droga que sua espada possuía em seu mecanismo. A pirata após o líquido da espada de sua oponente se tornar vermelho ficaria bem preocupada com seus movimentos, ela imaginava que a arma de sua adversária pudesse conter algum tipo de substância que atuasse no organismo das pessoas, não sabendo do que se tratava essa " substância " a jovem trataria de fazer o possível para que não fosse atingida por ela.

 

A pirata dobrando levemente seus joelhos aumentaria sua velocidade, e dando um pequeno salto para trás aguardaria os movimentos de sua adversária pronta para tentar prever por onde viria a ofensiva dela com seu haki da observação. Desviaria para o lado oposto ao do oponente e logo ascenderia 2 cortes em suas costas, a jovem ficaria atenta a reação da adversária e reagiria imediatamente para tentar evitar ser atingida por ela, usando inicialmente de saltos e recuos para desviar, além de usar de sua adaga e haki do armamento em casos em que não pudesse desviar dos ataques. A jovem não expressava se preocupar com a situação ao seu redor, porém por dentro Selene rezava para que seu Deus desse forças a ela e as suas companheiras. A situação não era uma das melhores e todas ali poderiam morrer, mas a pirata cheia de força e fé estava pronta para superar o mal que estava por encarar.  

 

A habitante do céu continuaria sua estratégia de contra atacar e evitar os golpes de sua adversária até que julgasse que sua adversária estivesse ferida o suficiente para que pudesse a finalizar. Selene imaginava que seu embate ainda viria a durar por mais alguns minutos, mas caso sua adversária estivesse ferida o suficiente avançaria em sua direção tomando os mesmos cuidados de antes e estocaria sua adaga no coração da menina. Preocupada com suas companheiras logo partiria ajudá-las caso finalizasse seu embate ,indo em direção a que mais estivesse próxima entrando no meio do confronto mantendo sua postura cautelosa.

 


Spoiler

Haki

Haki da Observação - Rank A ( 250 )
Descrição: 
 Fora de batalha, usuário consegue sentir a presença de pessoas relativamente distantes (raio de um ou dois quilômetros) e captar intenções hostis dentro desse range mesmo que não esteja concentrado nisso. Em batalha, consegue prever ataques de inimigos em seu raio de visão e manter a concentração mesmo realizando ações complexas.

Haki do Armamento - Rank C ( 50)
Descrição:
 Consegue cobrir uma parte do corpo com sucesso, permitindo assim atingir usuários de Akuma no Mi, inclusive Logias. Pode ser usado em movimento, mas não ser mantido ativo por mais que um ou dois segundos. Defesa e ataque possuem a eficácia de equipamentos rank-C.

Técnicas

 

Nome da Técnica: Ascensão Divina 
Tipo de técnica: Combate e Haki

Ataque Crítico - Agilidade 
Descrição: Serene se concentra nos movimentos de seu adversário com seu haki ao mesmo tempo que mantém suas pernas flexionadas aguardando os movimentos de seu oponente. Com o corpo e mente sabendo para onde deve ir, desvia dos ataques desferidos e logo parte para cima de seu oponente com um duplo corte em formato de X que ascende por todo o tronco do adversário.

 

Equipamento

 

Nome da Arma: Divine Dagger
Rank: Rank B

Aparência: 

  Ocultar conteúdo

f74c55df56db846eaf24806c0e083f89.jpg

Mecanismo : Apertando sua base é liberado uma substancia venenosa em sua lamina. Essa substancia é capaz de entrar em ação a partir de um mínimo contato da lamina com um organismo vivo, fazendo com que a vítima comece a sentir um mal estar que evolui para tonturas e náuseas lentamente. 

 

  • Like 2

fxbVQVA.png

Link to post
Share on other sites

- Ai... Minhas costas doem... Isso doeu! - Digo, após receber a martelada da garota estranha.

 

Eu consigo defender o canhão de mamonas, mas por muito pouco. Esqueci que meu Flash Dial não estava carregado e isso me custou algumas costelas, bem, meu foco foi cumprido. Ganhamos alguns minutos de vida por causa disso e pra mim era o suficiente, mesmo que eu saísse recebendo o golpe que destruiria o navio e mataria todos num instante. Imagino que eu não esteja aleijada, por isso, busco me levantar e puxar meu fuzil, que ainda estava comigo, e, olharia para a garota do martelo, com um olhar sério. Iria matá-la, dessa vez. Comece a contagem...

 

Um, dois, quatro, seis... São os números que compõem a quantidade de balas que eu infringi na inimiga, porém, ela não demonstrava sinais de dor ou algo do tipo, com vários buracos sangrando no meio do corpo. O que ela é, afinal? Não importa, se balas normais não vão adiantar, então, as que anormais fariam seu papel, agora. Rapidamente troco a munição para a de mamonas, cujo um tripulante me entregara mais cedo, e, miro na garota usando Kenbushoku Haki para disparar. Minha respiração estava um pouco complicada, então iria dificultar minha concentração, mas, como eu só tinha um ponto para atirar, que era o do buraco feito por ela que ia do convés até o lado de fora, e, ela estava no topo do buraco, comigo estando em baixo, sendo apenas a diferença de lados como a coisa que nos distanciava uma da outra. Usaria também do Busoushoku Haki para reduzir o recuo do fuzil devido a munição nova.

 

Sabendo que eu tinha que atirar por essa abertura, sem demorar muito, iria disparar duas mamonas com meu fuzil. Mesmo não tendo muito conhecimento da bala de mamona, torceria para que acertasse a garota e a explodisse em pedaços, sem destruir meu navio como efeito colateral, claro. Trataria de disparar antes ou durante o movimento em que ela faria para me dar uma martelada, aumentando minhas chances de atingi-la, assim. Bem, se ela não sofresse danos nem mesmo das queridas mamoninhas, eu morreria agora com a cabeça estourada pelo martelo gigante de uma garota com roupa de bicho de desenho animado.

 

- Special Moe Shot! - Bradaria, na hora do disparo. Demonstrar confiança era um dos passos para se livrar da timidez, como dito no capítulo quatro e verso três, do meu livro de garota NEET, anti-social e apática que eu gosto de ler, muito embora não esteja me ajudando muito. A Ruiva em poucos minutos me mudou mais que anos de estudo em livros. Por que será?

Técnicas Utilizadas:

Spoiler

Haki da Observação
Rank: B (100)
Descrição:  O usuário tem a capacidade de sentir a presença de pessoas de intenções hostis nos arredores (raio de alguns metros) em situações fora de batalha, mesmo que não esteja concentrado nisso. Em batalha, consegue prever ataques de inimigos em seu raio de visão e manter a concentração mesmo realizando outras ações, contanto que não sejam muito elaboradas.

Haki do Armamento
 Rank: B (100)
Descrição: Consegue ser mantido ativo em uma pequena parte do corpo ou num objeto por um curto período de tempo (alguns segundos). Defesa e ataque possuem a eficácia de equipamentos rank-B

 

Arma(s) Utilizada(s):

Spoiler

Nome da Arma: Ivory
Rank: B

Aparência: 

Spoiler

Tem não, corrompeu a imagem :D.

 

Nome da Arma: Balas (x?) - Mamonas explosivas
Rank: E(?)

  • Like 1

sonicboomteaser-500x200.png

- Sonic's the name! Speed is my game!

Link to post
Share on other sites

"Meu corpo não responde adequadamente. Desse jeito..." - K havia subestimado os danos de seu próprio corpo. Ele tinha suas armas, mas pareciam ser inúteis naquele momento. Por mais que tivesse previsto com precisão os movimentos de seu adversário, simplesmente não podia acompanhar.

 

"Sou como um pequeno pássaro tentando machucar um elefante."- Metaforizou. De pé com dificuldades, se mantendo de frente, na direção a qual havia sido atingido pelo último golpe. Com um shift, pretendia colocar sua desacordada parceira de volta em seu navio, de preferência em segurança. Esticaria seu braço direito, apontando para a frente.

 

- Venha com tudo o que tiver. Não irei fugir. Uma cicatriz nas costas é uma desonra maior do que a própria morte.

fwisDFd.gif

Link to post
Share on other sites

Quando Edgar esperava que a menina fosse fazer um movimento cool para desviar de sua lança, ela simplesmente fez uma movimento cool para rebatê-la, mas na visão do cavaleiro ela errou os cálculos e caia de braços abertos em direção a Rou, uma samurai que não tinha amor algum para dar. O erro da inimiga pegou-o de surpresa, seu plano era lançar a lâmina duas vezes para que na terceira adicionasse a rotação e amplificasse a área de dano, pegando-a desprevenida já que podia achar que fosse apenas outra lança. Sua companheira evitou que precisasse jogar mais uma de suas armas, com sua katana encerrou a vida da menina com velocidade.

 

Olhou para aquilo com um pouco de pesar. De fato gostaria de derrotar a pirata, mas não tinha muito intenções assassinas, principalmente com uma criança provavelmente influenciada a se tornar uma pirata, expondo sua vida em risco ao aderir ao bando de um dos yonkos, atacando pessoas cujo as habilidades e características eram desconhecidas. Sua ideia era causar um ferimento debilitante, capturar os alvos ao invés de matá-los era sempre como operava e não estava levando em conta o fator financeiro naquele momento. Matar vinha por último, apenas quando o alvo estava no meio da batalha. Era o caso ali, mas mesmo assim via a loli como um pequeno que não sabia direito o que fazia. 

 

Passado o momento da lamentação, viu ao longe a grande árvore estranha, crescida magicamente no convés de um dos navios, depois de tudo que presenciou naquele dia concluiu que as frutas cuspiam na cara da ciência. Não poderia ter certeza que a planta advinha de uma fruta, contudo pela sua experiência ali no Destroyer, seria seu primeiro chute. Como se não bastasse, notou também os raios, as luzes cheias de cor que pareciam se chocar uma com as outras, no topo da árvore - A sorte nos abraça nesse momento de furor! Luzes piscantes abalam os céus acima de nossas cabeças! Ao longe podemos observar, por isso temos sor...

 

Quando ia terminar o raciocínio, uma enorme raiz vinha ao encontro do navio, incomodando seu haki da observação - Não temos sorte! - corrigiu. Ainda surpreso, acompanhou Aqua intervindo no troço e salvando-os. - Água cortando planta, como um verdadeiro dominador! - então olhou ao redor para analisar a situação e viu a costa de Marineford se aproximando finalmente, a missão deles estava quase no fim. Em direção oposta, o navio pirata parecia ter parado ou diminuído a velocidade pois se distanciavam consideravelmente e no convés, apesar dos buracos feitos pela vandelinha (vândalo no feminino e no diminutivo) os caçadores pareciam estar inteiros. Suspirou, aliviado. Mesmo que a luta continuasse ali na costa, para ele sobreviver no mar era mais difícil.

 

Sentiu outro perigo, uma segunda raiz vinha na direção dos Spades. Sorrindo, sabia que não podia contar com Aqua para sempre, deveriam fazer o possível para destruir a planta - Vamos companheiros! Os que tem a possibilidade de lançar um ataque a distância, fazei-os! Pois contra a Spades não há vitória! Contra a Spades há apenas pesar e arrependimento! - tinha quase certeza que a matéria negra de Leonard seria o suficiente mas não podia deixar de tentar, de ajudar mesmo que pouco naquela batalha épica entre os homens e piratas.

 

Assim, pegou pela primeira vez a Spear of Morghuli, retirou dela duas lanças feitas pelas nuvens de ferro, segurando essas duas lanças em cada uma das mãos, afinal precisaria de poder de fogo para lidar com algo tão grande Injúrias calorosas em um espetáculo ardente, double combo! - imbuiu a ponta das armas com haki do armamento e lançou ambas lanças de ferro, adicionando rotação para que as duas aumentassem a área de dano, para cortar a raiz e impedir sua progressão, ou fragilizá-la o suficiente para facilitar o trabalho dos seus colegas caçadores. 

 

 

@Keel Lorenz @Aglow

 

 

 

Spoiler

 

Nome da Arma: Spear of Morghuli
Rank: B

Aparência: Uma lança com duas pontas, uma maior e mais trabalhada feita a partir das núvens de ferro do eisen dial e uma menor de aço. Possui 2,10 m de comprimento. Imagem.

Mecanismos: Em seu interior, Edgar introduziu nuvens de ferro que retirou de um eisen dial e distribuiu-os por toda a extensão da arma, adicionando um mecanismo que faz com que esse ferro seja expelido rapidamente pela ponta maior como se fosse a extensão da própria lança. Contudo ela só se estende por mais um metro, após isso o ferro se desacopla da arma e vira uma lança bem simples, que tem esse um metro de comprimento e diâmetro menor que a lança original. Edgar pode colocar a lança de ferro novamente na arma mas por causa da limitação da quantidade de nuvens de ferro ele só pode criar 5 lanças e o formato do ferro não foge do já estabelecido. Se desejar jogar a lança de nuvens de ferro, é necessário que Edgar faça isso com o próprio braço tendo em vista que a lança não atua como um arco. 

 

Nome da Técnica: Injúrias calorosas em um espetáculo ardente
Tipo de Técnica: Combate
Descrição: Semelhante ao movimento de uma bola de futebol americano quando lançada, o usuário joga a lança utilizando sua força para que a arma gire rápido e com isso transmita seu movimento para o ar que vai aumentar a área de dano da lança pelo simples deslocamento do ar.

 

  Haki do Armamento
Rank: B (100 pontos)
Descrição: 
 Consegue ser mantido ativo em uma pequena parte do corpo ou num objeto por um curto período de tempo (alguns segundos). Defesa e ataque possuem a eficácia de equipamentos rank-B.

 

 

 

QzZDJgI.png

 

 

Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share
  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.